Vigilância Sanitária e Sadema são acionadas devido às queimadas em área urbana

Jpeg

Jpeg

Nos últimos dias, o departamento de Vigilância Sanitária e o órgão responsável pela fiscalização ambiental do município, a Sadema, foram constantemente acionados por moradores que se sentem lesados com a fumaça resultante da prática de queimadas de resíduos na área urbana de Presidente Getúlio.

A responsável pelo setor de Vigilância Sanitária, Ana Lúcia Bittencourt, explica que devido ao fato de o município possuir serviço semanal de coleta seletiva de lixo em todas as ruas, as queimadas tornam-se desnecessárias. “Não é preciso atear fogo em resíduos, correndo o risco de afetar a vizinhança”, enfatiza.

Além do fogo, a fumaça destas queimadas traz um conjunto de transtornos para a saúde e para o meio ambiente. As condições ambientais também favorecem o aumento do grau de periculosidade dessa prática é a baixa umidade do ar. “Chegamos a atender casos em que o fogo se alastrou para a vegetação, onde pessoas jogaram entulhos em Áreas de Preservação Permanente e atearam fogo”, conta o engenheiro florestal e responsável pela Sadema, Márcio Vanderlinde.
Se você tem dúvidas quanto ao cronograma de coleta de lixo domiciliar urbano, entre em contato com o Saate ou com a Vigilância Sanitária através dos telefones: 33522620 ou 3352- 0750.
Crislene Roberta.
Pin It
Você gostaria de comentar?