Radar Meteorológico de Lontras recebe visita de alunos pela primeira vez

Foto Ari Schramm EEB Samiramis Bosco

O Radar Meteorológico de Lontras, uma das ferramentas mais importantes da Defesa Civil de Santa Catarina para atuar na prevenção de desastres, recebeu nesta semana a visita de alunos da Escola de Educação Básica Professora Semiramis Bosco, de Witmarsum, que desenvolvem um projeto de pluviometria e meteorologia na unidade e puderam conhecer de perto o equipamento e entender como ele funciona. Esta foi a primeira vez que um grupo de estudantes visitam o local.

A aluna Vitória Cristina Grassmuck, afirma que gostou da aula diferente e se surpreendeu com o radar. “A gente ficou sabendo tudo sobre como ele funcionava, inclusive as mensagens que são geradas para alerta e foi muito interessante”, comentou. O estudante Leonardo Sandner Buzana, conta que também gostou de conhecer o local. “O que mais me chamou atenção foi o tamanho dele e as informações importantes que ele transmite. Eu nunca tinha visto nada parecido.”

O coordenador de projetos da escola, professor Adriano Hillesheim, ressalta que a visita tinha como intuito ampliar as possibilidades de aprendizado e é apenas uma das etapas do projeto de meteorologia que é desenvolvido com alunos do 9º ano e envolve as disciplinas de ciências, matemática e geografia. “Trabalhamos de forma interdisciplinar fazendo leituras de textos, apresentações e até instalação e monitoramento de pluviômetros em vários locais do município, inclusive na escola onde os alunos tinham que fazer a anotação diária de aspectos como chuva e nuvens.”

Radar terá espaço para visitantes

A visita foi acompanhada pelo coordenador da Defesa Civil no Alto Vale, Jaimerson Espíndola, que explica que esta foi a primeira turma de alunos a visitar o radar, que em breve terá um espaço específico para receber os grupos que desejam conhecer mais sobre o equipamento.  “Eles tiveram esse acesso permitido graças ao projeto que foi feito pela escola e os alunos estavam bem curiosos e fizeram diversas perguntas e anotações. Repassamos informações sobre a prevenção e também de que forma ele é utilizado em um evento climático. A nossa ideia agora é construir uma sala exclusiva para os visitantes onde eles poderão acompanhar através de monitores o funcionamento de áreas de acesso restrito que não podem ser visitadas e também fotos do processo de construção.”

O investimento do Governo do Estado para a instalação do Radar em Lontras foi de mais de 10 milhões e o equipamento, que começou a operar oficialmente em julho de 2014, tem cobertura de 77% sobre o território do estado. Atualmente outro radar está em construção em Chapecó. Além dele, Santa Catarina contará também com um radar móvel que deve operar na região Sul, mas que pode ser deslocado em caso de necessidade, ol que permitira uma cobertura de quase 100% do território catarinense.

Helena Marquardt

Pin It
Você gostaria de comentar?