Crianças desenvolvem projeto ambiental com robótica

Estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental do SESI Escola de Rio do Sul criaram ações para evitar o desperdício de água na agricultura

IMG_0689

O resultado do trabalho dos alunos será apresentado durante a fase estadual do Torneio de Robótica “First Lego League”, um evento internacional que o SESI trouxe para o Brasil e que reunirá 30 equipes em Joinville, nos dias 24 e 25 de novembro. De lá sairão três finalistas para a etapa nacional, com data ainda a ser divulgada.

A cada edição o torneio exige que os competidores desenvolvam projetos sobre determinado tema. E desta vez será a Hidrodinâmica, ou seja, a dinâmica da água. Os participantes, que têm entre nove e dez anos de idade, realizam pesquisas para identificar problemas relacionados ao tema e depois elaboram as soluções. Neste caso as questões envolvem como encontrar água, transportar, usar e descartar.

A equipe do SESI Escola de Rio do Sul, denominada Little Builders (Pequenos Construtores), levantou como problema o desperdício de água na irrigação agrícola. Eles identificaram que a maioria dos agricultores não avalia a quantidade correta de água necessária e o melhor horário para fazer a irrigação. A estratégia do grupo é conscientizar sobre como evitar o desperdício, usando alternativas como o gotejamento, a cobertura de solo, a dosagem correta de água para cada lavoura, entre outras. As ferramentas para isso serão vídeos de curta duração feitos pelos próprios alunos, além de folders educativos.

O aprendizado, no entanto, vai além da busca por uma solução. Eles também precisarão apresentar na competição os valores que aprenderam como o trabalho em equipe, respeito, compartilhar experiências, cooperar, competição amigável e diversão. O First Lego League exige ainda a montagem e programação de um robô feito com peças de Lego, que deverá cumprir tarefas relacionadas ao tema Hidrodinâmica. Outra atividade é a criação de maquetes com os tipos de irrigação e suas vantagens.

Fazem parte da equipe: Thiago Carsten de Araújo, Bruno Wiggenhauser Ledra, Isabela Carvalho Tholl, João Gabriel Purim Pires de Lima, Eduardo Leal Cristofolini e Júlia Mayer. Eles irão participar pela primeira vez da competição e recebem o acompanhamento da professora de robótica do SESI, Keila Raquel de Souza.

 

SOBRE O FIRST LEGO LEAGUE

O Torneio de Robótica FIRST LEGO League é um programa internacional de exploração científica, projetado para fazer com que crianças e jovens de 9 a 16 anos se entusiasmem com ciência e tecnologia e adquiram habilidades valiosas de trabalho e de vida.

Criado em 1998 pela FIRST em parceria com o Grupo LEGO, o torneio propõe que estudantes sejam apresentados ao mundo da ciência e da tecnologia de forma divertida, por meio da construção e programação de robôs feitos inteiramente com peças da tecnologia LEGO Mindstorm.

A competição de robótica pode ser usada no ambiente escolar, mas não é projetada exclusivamente para esse propósito. Reunidos em times de dois a dez integrantes, que podem estar associados a uma escola, um clube, uma organização ou simplesmente ser formado por um grupo de amigos, desde que liderados por dois técnicos adultos, os jovens usam a imaginação e a criatividade para investigar problemas e buscar soluções inovadoras que contribuam para um mundo melhor.

No Brasil, o Departamento Nacional do Serviço Social da Indústria (SESI) é a instituição responsável pela operação oficial da FIRST LEGO League. Desde que passou a operacionalizar a competição, o SESI tem promovido anualmente a organização de torneios regionais e do torneio nacional, a mobilização de novas equipes de robótica, a capacitação de técnicos e avaliadores voluntários, bem como a articulação da competição realizada no Brasil com os operadores internacionais, estimulando a participação de equipes brasileiras em eventos no exterior.

Fonte: http://www.portaldaindustria.com.br/sesi/canais/torneio-de-robotica/o-que-e/

 

Debora Claudio

Pin It
Você gostaria de comentar?