Controle do mosquito borrachudo é realizado em Pouso Redondo

controle mosquito (2)

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente, em conjunto com o Escritório Municipal da Epagri, continua desenvolvendo o programa de controle de borrachudos em algumas comunidades rurais do município.

Nas últimas semanas foram visitadas algumas propriedades nas comunidades de Rio Novo, Lageado, Salto Pombinhas e Alto Pombinhas, onde moradores haviam levantado o problema. Os Engenheiros Agrônomos Felipe Gomes, da Secretaria de Agricultura e Ivan Bini, da Epagri, conversaram com os moradores visitados e os informaram que não basta adotar uma única medida de controle do “borrachudo”. É preciso estabelecer e executar uma série de recomendações que devem abranger uma região e não um único local ou propriedade. Estas medidas devem ser tomadas em conjunto com a comunidade local, destacando-se:

  • O esgoto doméstico (incluído o da cozinha e o dos banheiros) e os excrementos de animais nos criadouros não devem ser jogadas diretamente nos rios. Este esgoto precisa ser tratado;
  • Os rios devem ficar livres de qualquer lixo, desde os jogados pelos humanos até pedaços de galhos e troncos de árvores;
  • Deve-se preservar os locais das nascentes dos rios, bem como as margens por meio de reflorestamento com espécies nativas;
  • Deve-se preservar os inimigos naturais das larvas do “borrachudo” nos rios, como os peixes, sapos e libélulas;

Após a conversa, os técnicos fizeram a aplicação de um inseticida biológico à base de Bacillus thuringiensis israelenses, que é um larvicida biológico, sem ação tóxica contra outros organismos, sendo seletivo e potente contra a larva de mosquitos e borrachudos, tendo ação rápida, com controle efetivo das larvas em menos de 8 horas.

O programa terá continuidade durante o ano, com maior atenção nos períodos de temperaturas mais altas.

Pin It
Você gostaria de comentar?