NeoPilates é referencia em estúdios e atrai participantes

IMG_8580

Criado em 2010 pela fisioterapeuta e mestre em neurociências Amanda Braz, de Santa Catarina, o NeoPilates, uma modalidade do Pilates, tem atraído a atenção em academias e estúdios personalizados de todo o país. A prática, desenvolvida com técnicas circenses, consiste em unir criatividade, diversão e, sobretudo, a perda de peso. O Pilates convencional é composto por técnicas orientais e ocidentais, sendo aplicado o controle à respiração, condicionamento físico, a concentração, desenvolvimento da flexibilidade, a contração do abdômen, alinhamento, desenvolvimento da força, consciência das ações corporais durante o exercício, precisão e fluidez. Esses procedimentos foram mantidos, mas a atividade recebeu o acréscimo de desenvoltura, o que torna a prática descontraída e diferente.

O NeoPilates chega com uma proposta dinâmica: define a massa corporal, elimina calorias e diverte o praticante. Itens importantes para quem deseja cuidar da saúde, investindo em inovações. A prática faz junção de três atividades: o treinamento funcional (baseado nos movimentos naturais do ser humano, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar) a arte circense (estimula a percepção para o desafio que as técnicas do equilíbrio, do salto, e do giro propiciam aos participantes) e o pilates. Em Rio do Sul, a instrutora Ilka Wiggers, formada em Educação Física, fez especialização com Amanda Braz. Tendo a criadora da modalidade como professora foi definitivamente um ensinamento. Ilka aprendeu, através das capacitações da pós-graduação, as técnicas específicas para repassar com qualidade o conteúdo aos alunos. “Amanda passou muito tempo estudando sobre a criação do NeoPilates e com isso desenvolveu inúmeras formas de praticar a atividade. Através dos estudos surgiu uma oportunidade para ensinar outros profissionais por meio de cursos e treinamentos e assim dar início a essa modalidade”, define Ilka.

Prática melhora postura muscular e queima até 500 calorias

O exercício ainda é novidade. Desde a fundação, há quatro anos, já foi adotado em grandes centros, como São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Em Santa Catarina predomina na cidade de Florianópolis e Lages, e atinge cidades menores, como Blumenau e Rio do Sul. Por ser uma atividade que exige concentração, empenho e dedicação do praticante, Ilka explica que ao procurar pela modalidade, toda e qualquer pessoa deve ter em mente o que deseja, para facilitar o desenvolvimento dos exercícios. Para cada aluno há um programa especializado, de acordo com as necessidades. Geralmente, atendem-se grupos compostos de três a cinco pessoas, mas respeitando o nível de preparo físico de cada uma. “É preciso saber qual é o objetivo de praticar NeoPilates, tendo noções dos limites físicos e da finalidade dos equipamentos utilizados para a prática”, alerta a instrutora. Por possuir fragmentos circenses, o NeoPilates trabalha com posições diferentes de um exercício físico habitual em academia, por exemplo. “Uma das atividades exige que a pessoa fique de cabeça para baixo, pendurada em uma barra de ferro. Aí trabalha-se com a musculatura das pernas, dos braços, mas também com o medo, a predisposição. E então entra o limite de cada um. Sempre preguntamos aos alunos se querem emagrecer, fortalecer ou até mesmo alongar. Saber disso é essencial.”, explica.

Enquanto no Pilates convencional é possível perder 300 calorias, na nova modalidade 500 calorias vão embora em apenas uma hora de aula. Para Ilka, o trabalho realizado é distribuído para todas as áreas do corpo, onde a exigência do gasto energético é maior. “O NeoPilates reduz medidas. Aqui os exercícios são realizados, em geral, sobre bases instáveis – com rodinhas, por exemplo – que demandam maior trabalho muscular. É uma atividade que exige muito equilíbrio, agilidade e extrema concentração. Por isso a queima de calorias”.Os equipamentos são desenvolvidos por fisioterapeutas e engenheiros, de acordo com a estrutura de cada estúdio. Os alunos vão se deparar com barras de ferro, slacklilne (uma fita elástica esticada entre dois pontos fixos), fixball, lyra (esfera circular de ferro oriunda dos circos; serve para acrobacias) e muito mais. Cada equipamento sugere novas e diferentes formas de praticar NeoPilates. “Utilizamos novos equipamentos, alguns inéditos no Brasil, outros inéditos para fazer pilates. Seguimos tendências mundiais. Com o objetivo de potencializar os benefícios e ainda deixá-lo mais divertido e desafiador. O objetivo principal é ensinar as pessoas a dominar o corpo ea mente, o que Joseph Pilates chamava de “contrologia””, acrescenta a criadora da modalidade, Amanda Braz. O exercício melhora a postura muscular, resistência, coordenação motora e força. Através dos equipamentos o participante desenvolve melhores condições na estrutura física, de um modo geral.

Atividade requer certificação do profissional

Como toda prática regulamentada, o NeoPilates exige que os profissionais sejam qualificados. A criadora da modalidade Amanda Braz explica que apenas quem tem formação pode aplicar a atividade. “O NeoPilates é uma marca registrada, ou seja, só está autorizado à utilizá-la somente os profissionais (Educação Física e Fisioterapia) que fizeram a Formação em NeoPilates. O certificado é emitido pelo Instituto de Pós-graduação Amanda Braz, detentora da marca. Segue a regulamentação do Método Pilates, autorizado pelos conselhos de Educação Física e Fisioterapia como sendo uma ferramenta de trabalho de ambos os profissionais.”

Giovana Oliveira – Adove Comunicação.

Pin It
Você gostaria de comentar?