Surpresa, Guarani vence o Criciúma fora de casa

Antes do jogo, a vitória era certa para o Tigre e os três pontos já estavam contabilizados. No entanto, 90 minutos após o jogo, o Criciúma perdeu por 1 a 0 para o Guarani, lanterna da competição, e ainda, para piorar, teve uma briga nas arquibancadas, com a torcida e o segurança do jogo.

O vexame foi grande, pois, além de não somar pontos, o Tricolor ainda está na parte debaixo da tabela. Agora os jogadores treinam e voltam a jogar no próximo domingo, no clássico da rodada contra o Figueirense, às 17h.

O único gol do jogo foi marcado por Arlan, aos 42 minutos do primeiro tempo.

O jogo

O jogo começou com o Tigre atacando, mas a equipe não tinha força. Chegava sem efetividade e condições de criar uma boa jogada. O Guarani defendia e explorava os contra-ataques.

Aos 20, Felipe cobrou a falta e a bola foi direito. Bruno, ágil, fez a defesa e mandou para escanteio. Quatro minutos depois, o susto. No cruzamento, Santiago cabeceou livre e a bola quase fez o gol. O Tigre pouco chegava e, quando atacava, não tinha perigo. André Gava até tentou. Fintou, bateu, mas a bola foi longe, sem perigo.

Aos 35 minutos, quase gol do Guarani. Bueno fez o cruzamento, Felipe pegou de primeira e quase balançou a rede. Pouco tempo depois, a primeira real chance do Tricolor. André Gava recebeu, bateu forte e Rodrigo defendeu. No rebote, Fabinho tentou encontrar Giancarlo, contudo a zaga do Bugre afastou.

Aos 41, o fato. Bom contra-ataque do Bugre, Arlan recebeu a bola e mandou de cabeça. A trave ainda salvou o Tigre, porém, na sequência, Bruno não pôde fazer nada e o atacante estufou a rede.

Segundo Tempo

O Tigre foi para cima em busca do empate. Sem organização, a equipe não criava boas oportunidades e chegava no abafa. Uma dessas chances foi aos 15 minutos. Marlon recebeu livre e mandou a bomba. A bola bateu no zagueiro e voltou para Fabinho. Ele ameaçou a bater e cortou. Na sequência, mandou longe a chance de empate do Tricolor.

Guarani, na defesa, segura o resultado e se defendia. Já o Tigre tentava, mas não tinha êxito. Pela esquerda, pela direito, pelo meio e sem chances de furar a zaga do Guarani. O final do jogo, além de ser ruim para o Criciúma, também foi vergonhoso nas arquibancadas. Uma briga generalizada com um segurança gerou muito revolta para os torcedores, que brigaram e reclamaram por um bom tempo.

No mais, o time foi apenas na vontade, porque o placar não mudou e a equipe foi derrota por 1 a 0.

futebolsc

Pin It

Comentários estão fechados.