Juventus é superado em casa e cai para 7º

A torcida lotou o Estádio João Marcatto no domingo (3), na expectativa de ver o Juventus aprontar uma travessura sobre o único representante catarinense da Série A do Campeonato Brasileiro. Mas não deu. O Criciúma foi mais eficiente e venceu por 3 a 1, resultado que jogou o Juventus para a 7ª colocação.

Pingo levou o Juventus para campo com Wanderson; Paulinho (depois William), Charles (depois Nêgo), Peixoto e Crasso; Pedra, Evandro, Mazinho e Max; Lourival (depois Giso) e Leandrinho. Já Paulo Comelli alinhou o Criciúma com Bruno; Sueliton, Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Gilson; Ewerton Páscoa (depois Marlon), João Vitor (depois Amaral), Elson e Tartá (depois Fabinho).

Apesar do maior volume de jogo do Juventus, os visitantes abriram o placar aos 25’, com Lins. O mesmo Lins ampliou no início da segunda etapa, aos 9’. O tricolor se atirou ao ataque e foi castigado aos 30’, quando Marlon marcou o terceiro do Tigre. Giso, aos 44’, anotou o merecido gol de honra juventino.

“Jogamos bem, mas não fomos capazes de fazer o gol. Eles tiveram poucas chances e conquistaram a vitória”, analisou o zagueiro Charles. “Essa derrota é passado. Agora temos que focar no próximo jogo”, minimizou.

“A minha equipe continua jogando um bom futebol. Trabalha bem a bola e isso me deixa contente. Precisamos manter a paciência e buscar os resultados. Hoje, o Criciúma foi mais eficiente, mas faz parte do futebol. Na quarta, vamos em busca do resultado positivo, jogando com coragem e determinação. Essa derrota não vai abalar a equipe”, declarou o técnico Pingo

O Juventus volta a campo na quarta-feira (6). Em Xanxerê, desafia a líder Chapecoense, no Estádio Josué Annoni. A partida está marcada para iniciar às 20h30.

Pin It

Comentários estão fechados.