Empate complica situação do Atlético

Atlético Hermann Aichinger e Metropolitano continuam na briga pela vaga no Campeonato Brasileiro da Série D. No clássico do Vale do Itajaí, domingo à tarde em Ibirama, as duas equipes empataram sem abertura de contagem. Com o resultado os blumenauenses mantiveram a vantagem de três pontos e só dependem de si para ficar com a vaga. Já a equipe Grená terá que ganhar do Camboriú, domingo no campo do adversário e depois da Chapecoense, na Arena Condá. Os próximos adversários do Metropolitano serão o Avaí, no Estádio do Sesi e depois fora de casa, o Criciúma.

Os dois times procuraram jogar no erro do outro. Os blumenauenses arriscaram primeiro, num chute de Rafinha, que Paulo Sérgio defendeu. O Atlético passou a pressionar através de bolas alçadas sobre a área, aproveitando a estatura do atacante Beto ou o oportunismo do artilheiro Jean Carlos. Ainda na fase inicial, o técnico Mauro Ovelha teve que fazer uma substituição forçada. Beto sentiu o adutor deu lugar para Adriano. A melhor chance do Metrô foi com Juliano Mineiro, quase no término do primeiro tempo. Ele bateu rasteiro e o goleiro Paulo Sérgio espalmou para escanteio.

Com Rafael Costa muito marcado, o técnico Abel Ribeiro colocou mais um atacante. Neto Potiguar entrou no lugar de Edmar. Mas o panorama não mudou, até mesmo porque Ovelha tirou Bruno. Com Diniz o time atleticano ganhou mais velocidade. Mais uma vez a aposta foi nas bolas aéreas, aproveitando a estatura de Adriano, além dos zagueiros Alemão e Neguetti, quando das cobranças de escanteios. Os ibiramenses tentaram abrir o marcador, mas a defesa blumenauense levou a melhor, com o goleiro Dida garantindo o placar em 0 a 0.

Na briga pelo título do returno, com a vitória sobre o Joinville, o Tigre assumiu a liderança com 14 pontos, seguido do Avaí com 13 e Figueirense e Atlético com 12. Na classificação geral o Metropolitano soma 24 pontos, enquanto os ibiramenses estão com 21. Os blumenauenses estão com duas vitórias a mais. A rodada do final de semana definiu o primeiro rebaixado. Trata-se do Camboriú, que perdeu para a Chapecoense, por 2 a 1. O Juventus precisa apenas do empate em um de seus jogos para permanecer na elite, na disputa com o Guarani.

 

 

ATLÉTICO-IBIRAMA (0)

Paulo Sérgio; Raul, Alemão, Neguetti e Badé; Carlinhos Santos, Xipote, Bruno (Diniz) e Thiago Santos (Rodrigo Pardal); Jean Carlos e Beto (Adriano). Técnico: Mauro Ovelha.

Metropolitano (0)

Dida; Alessandro, Linno, Elton e Rafinha; Andrei e Luan; Edmar (Neto Potiguar), Juliano Mineiro (Daniel) e José Lucas (David); Rafael Costa. Técnico: Abel Ribeiro.

Árbitro: Célio Amorim. Assistentes: Carlos Berkembrock e Rosnei Scherer.

Cartões amarelos: Bruno, Xipote, Neguetti (A); Edmar, Alessandro, Linno, Neto Potiguar (M).

Local: Estádio da Baixada, em Ibirama.

Orlando Pereira – Assessoria imprensa CAHA

Pin It

Comentários estão fechados.