Desfalcado, Rio do Sul enfrenta o Pinheiros nesta segunda-feira

Já classificados, os dois times se enfrentam em São Paulo pela oitava rodada do returno.

Sem poder contar com a levantadora Ananda com dores nas costas e a oposta Wime com problemas na panturrilha esquerda, o time Rio do Sul/Equibrasil enfrenta o Pinheiros nesta segunda-feira(18) em São Paulo confiante de que pode buscar mais pontos para a classificação da Superliga Feminina. O jogo válido pela oitava rodada do returno será no ginásio Henrique Vilaboim, localizado no Clube Pinheiros na capital paulista a partir das 18:30 h com transmissão do canal de tv por assinatura Sportv.

A equipe catarinense é a oitava colocada na Superliga com 15 pontos e cinco vitórias. Já o Pinheiros é o sexto colocado com 21 pontos e venceu sete dos 16 jogos que disputou, um deles inclusive no turno contra Rio do Sul disputado em Santa Catarina, por 3 sets a 2.

Desde a partida do turno, muita coisa mudou para as meninas de Santa Catarina. A ponta Priscila voltou de contusão e Rio do Sul viu o crescimento de Neneca e Elis no ataque, estando entre as melhores atletas da competição neste quesito. Ao mesmo tempo, o técnico Rogério Portela vai ter de abrir mão da levantadora titular Ananda e da oposta Wime para esta partida. Ambas nem viajaram para São Paulo e nesta segunda-feira realizam exames médicos mais detalhados.

“As duas atletas sentiram durante os treinos dessa semana e isso nos compromete muito. Elas vinham tendo ótimo desempenho no returno”, salienta Portela. Para o lugar de Ananda, o treinador inicia o jogo com Flavinha e terá Jaque à disposição no banco. No lugar de Wime, Portela terá de improvisar já que Neneca é a única oposta disponível na equipe e possivelmente a meio de rede Camila Paracatú poderá ser uma alternativa.

Ambos os times já estão classificados para os playoffs, mas isso não tira a atenção das jogadoras para a partida. A líbero de Rio do Sul Elyara diz que o jogo deve ser encarado como uma decisão e que a defesa de Rio do Sul terá de ficar muito atenta. “Elas têm o terceiro melhor bloqueio até agora na Superliga. E esse tipo de jogada gera muito contra-ataque ou dificuldades para nós que defendemos”. E Neneca, terceira maior pontuadora da Superliga até esta rodada, também garante que o time terá de sacar forte e caprichar nos ataques. “Para vencer a gente vai ter que tomar iniciativa e jogar tudo que sabe”, comenta Neneca, melhor sacadora da Superliga.

 

Pin It

Comentários estão fechados.