Atlético só empara dentro de casa

O empate sem gols com o Camboriú foi um péssimo resultado para o Atlético Hermann Aichinger que deixou de encostar no G4 e para piorar continua perto da zona do rebaixamento. O próximo adversário será a Chapecoense, que conquistou por antecipação o título do turno do Campeonato Catarinense. A partida está programada para domingo às 16h novamente no Estádio da Baixada, em Ibirama. Mas poderá ser modificado caso seja transmitida pela RBS para a região Oeste.

No confronto diante do Camboriú, o time do Atlético não foi nenhum pouco parecido do que goleou ao Metropolitano, no último confronto. O adversário se fechou na defesa, com os ibiramenses criando oportunidades, mas a bola não entrou. Na segunda fase o nível técnico caiu muito. O técnico Mauro Ovelha tirou Xipote e colocou Beto para ter mais um jogador de referência na área. Depois apostou na velocidade de Matosinho e por último na altura de Adriano. As substituições até que surtiram efeito, mas o gol não saiu.

Para Mauro Ovelha o Camboriú se propôs a um esquema tático de jogar fechado para conquistar o empate e deu certo. “Mas uma vez não soubemos colocar a bola para dentro”. O treinador observou que o momento agora é pensar na Chapecoense. Ele observou o adversário, mesmo com o título assegurado, não vem a Ibirama apenas para cumprir tabela por ser a última rodada.

 

ATLÉTICO (0)

Paulo Sérgio; Thoni, Alemão, Jajá e Santos; Carlinhos Santos, Xipote (Beto), Bruno e Dinis (Matozinho) Jean Carlos e Jenison (Adriano). Técnico: Mauro Ovelha.

CAMBORIÚ (0)

Gabriel; Rodrigo Cunha, Carlão,Rodrigão e Gilson; Neris, Ramon, Alexandre Piccinini e Pereira (Jessé); Felipe Ribeiro (Diego Bruno) e Vítor Hugo (Diego Jardel). Técnico: Claudemir Sturion.

Árbitro: Ronan Marques da Silva. Assistentes: Carlos Berkembrock e Juliano Fernandes.

Pin It

Comentários estão fechados.