Atlético de Ibirama perde para o Figueirense jogando em casa

O Figueirense não conseguiu mostrar um bom futebol contra o Atlético-Ib, mas mesmo assim venceu por 2 a 1 e deixou o time da capital na briga pelo título do turno com a Chapecoense.

A partida também ficou marcada pelo primeiro gol do atacante Marcelo Toscano, que depois de 529 minutos sem balançar a rede adversária conseguiu desencantar. Já o time do técnico Mauro Ovelha se complica na tabela e a pressão em cima do treinador só aumentou.

Na próxima rodada, o Atlético de Ibirama encara o Metropolitano no clássico do Vale, em Blumenau. Já o Figueirense busca mais uma vitória no clássico da capital contra o Avaí, no Orlando Scarpelli.

O intervalo de dez dias até a partida diante do Metropolitano servirá para que o técnico Mauro Ovelha faça os ajustes necessários no Atlético Hermann Aichinger, que a cada partida vê a vaga para o Brasileiro da Série D mais longe. Depois da derrota em casa por 2 a 1 para o Figueirense, na quarta-feira, o time ibiramense continua estacionado com quarto pontos, penúltima colocação, podendo ser superado pelo Guarani, que tem dois jogos a menos. Se isso ocorrer ficará na lanterna da competição.

Ovelha observou que o jogo estava equilibrado até o momento que o Figueirense abriu o marcador. “Perdemos a bola e eles fizeram o gol e o segundo saiu de um rebote”. O treinador admite que o time não está rendendo o esperado e a situação é frustrante. Ele lembrou que ainda existe muita coisa pela frente e está confiante na recuperação. Ovelha não perdoou o assistente Ângelo Rudimar Bechi, que em sua opinião parou literalmente o ataque do Atlético, assinalando impedimentos inexistentes. “O bandeira parecia que estava torcendo pelo Figueirense”, desabafou.

Os dois gols saíram no segundo tempo. Willian Magrão abriu o placar aos 22min. Atrás no marcador Ovelha colocou Adriano e Matozinho em campo, dando maior ofensividade. As mexidas deram certo, mas o empate não saia. O atacante Marcelo Toscano finalmente desencantou marcando aos 34. O zagueiro Jajá foi substituído pelo meia Dinis. O time de Ibirama continuava pressionando desordenadamente. Aos 41 Adriano descontou e incendiou a partida. Apesar das tentativas, o Atlético não conseguiu evitar a quarta derrota.

 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-IB (1)

Paulo Sérgio; Marcelo Bolacha, Alemão e Jajá (Dinis); Thoni, Carlinhos Santos, Bruno, Jenison (Adriano) e Santos; Rodrigo Pardal (Matosinho) e Jean Carlos. Técnico: Mauro Ovelha.

FIGUEIRENSE (2)

Ricardo; Maylson, Thiego, Guti e Helder; Willian Magrão, Jackson, Saci e Felipe Nunes (Diogo Dolem); Toscano e Héber (Nem). Técnico: Adilson Batista.

Gols: Willian Magrão (F), aos 22min e Marcelo Toscano (F), aos 34min e Adriano (A), aos 41min do 2º tempo.

Arbitragem: Leandro Messina Perrone, auxiliado por Ângelo Rudimar Bechi e Eder Alexandre.

Amarelos: Felipe Nunes, Ricardo e Helder, William Magrão (F); Jajá (A), Marcelo Bolacha (A).

Local: Estádio da Baixada, em Ibirama.

 

Orlando Pereira

Assessor de imprensa CAHA

Pin It

Comentários estão fechados.