Atiradores de Criciúma buscam repetir o sucesso de 2012

Atletas de tiro ao prato carregam consigo o perfeccionismo como característica marcante, por conta da precisão exigida pela modalidade. A equipe de Criciúma esteve muito próxima a este estágio em 2012, temporada na qual obteve o primeiro lugar individual e coletivo no Campeonato Catarinense e nos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC). Para repetir a façanha, os treinamentos semanais seguem intensos no Clube de Caça e Tiro Alberto Scheidt.

O primeiro compromisso do time composto por 12 atletas está agendado para os dias 23 e 24 de fevereiro, na cidade de Tubarão, na primeira etapa do Campeonato Catarinense e do Campeonato Brasileiro de Tiro ao Prato. Segundo o técnico da equipe de Criciúma, Fernando Meller, cada tiro dado vale para os dois circuitos. “Ao mesmo tempo, em outros lugares do país, ocorre da mesma forma. O Campeonato Catarinense possui nove etapas e o Brasileiro tem 10, sendo que a última serve para encerramento e premiações”, explica.

No trap americano, especialidade da maioria dos atletas, Criciúma não deu chances para os rivais no Estado em 2012. Valdir Abel participou de duas dobradinhas ao sagrar-se campeão catarinense com Fernando Meller em segundo lugar e na condição de vice nos JASC, ocasião em que Denílson Teixeira ficou com a medalha de ouro. As duas competições registraram três criciumenses entre os cinco primeiros colocados individuais, além do título por equipes.

A receita do sucesso dos atiradores de Criciúma agrega a formação de uma base consolidada ao longo de vários anos e a competência dos atletas, dois fatores fundamentais em qualquer modalidade esportiva. “Temos praticamente a mesma equipe do ano passado, sem muitas novidades e que está bem preparada para alcançar grandes resultados”, garante Meller.

Pin It

Comentários estão fechados.