Violência no trânsito é tema de campanha do Maio Amarelo em Rio do Sul

Maio Amarelo 2015 (1)

Pelo menos três mil pessoas morrem todos os dias por causa de acidentes de trânsito no mundo, o que soma em torno de um milhão por ano. O Brasil é o quinto país mais violento no trânsito no planeta, causando mais óbitos do que doenças como a hipertensão, diabetes e pneumonia.

Estatísticas são muitas e algumas iniciativas são necessárias para que isso diminua o mais rápido possível. E durante o mês de maio, volta a mobilização nacional em benefício do trânsito mais seguro e da importância do respeito de direitos e deveres de motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. A campanha Maio Amarelo, dirige atenções neste ano para o alarmante número de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Entre os eventos de mobilização em Rio do Sul estão comandos educativos de trânsito nos dias 17, a partir das 15h, no Posto da Polícia Rodoviária Estadual. E no dia 19, também às 15h, na Polícia Rodoviária Federal.

E no dia 20, a partir das 9h, uma grande passeata em atenção pela vida deve motivar estudantes, representantes do poder público, órgãos de segurança e instituições. O roteiro começa pela praça Ermembergo Pellizzetti, segue pela avenida Oscar Barcelos, rua Presidente Kennedy, alameda Aristiliano Ramos e retorna à praça.

A campanha Maio Amarelo é desenvolvida pela Prefeitura de Rio do Sul, Guarda Municipal de Rio do Sul, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Rodoviária Estadual, SAMU, Corpo de Bombeiros e Instituto Geral de Perícias.

Uma das coordenadoras da programação, a agente da Guarda Municipal de Rio do Sul, Sarah Becker, incentiva a comunidade a participar da mobilização e também mostrar apoio à causa: “Ajude-nos a divulgar este movimento, enfeite seu local de trabalho com balões ou laços amarelos; insira a imagem do laço amarelo em suas redes sociais. Vista esta camisa conosco, pois juntos somos mais fortes”, completou.

Clóvis Eduardo Cuco

Pin It
Você gostaria de comentar?