Vigilância Epidemiológica emite Nota de Esclarecimento sobre suposto caso de gripe H1N1 em Taió

A Vigilância Epidemiológica de Taió confirmou na última sexta-feira (12/05) um caso de gripe A, subtipo H3, sendo valido esclarecer que não é H1N1. Esse é o primeiro registro da doença na história da cidade. A pessoa infectada pelo vírus é uma mulher que recebeu o tratamento adequado já está em casa, pois reagiu bem ao tratamento.

Esta gripe H3 é um subtipo da Influenza A. Os sintomas da H3 são basicamente iguais aos da H1N1, como febre alta, coriza, dor de garganta, tosse seca e principalmente muita falta de ar, pois afeta o sistema respiratório.

É valido ressaltar que o vírus da gripe circula durante o ano inteiro, porém, durante o inverno, a incidência é maior, e a prevenção auxilia contra o contágio da doença.

Para prevenir a gripe A, a orientação é para a adoção de medidas como lavar as mãos, ter uma boa alimentação e evitar lugares com grande aglomeração de pessoas. Outra forma de prevenção já anunciada é a vacinação contra a gripe que ocorre entre os dias 17 de abril até o dia 26 de maio.

Para mais informações procure a Vigilância Epidemiológica de Taió, na Secretaria Municipal de Saúde.

Pin It
Você gostaria de comentar?