Vereadores aprovam reposição salarial dos servidores municipais de Taió

Os vereadores de Taió aprovaram em uma sessão extraordinária, na ultima segunda-feira, 23/05, o projeto de lei n.07/16 de autoria do Poder Executivo, sobre a reposição salarial dos servidores municiais. O Projeto aprovado por unanimidade na Câmara autoriza o Município a dar reposição salarial os servidores públicos municipais, agentes políticos, estagiários, conselheiros tutelares, inativos e pensionistas com índice de 9,83%.

O reajuste foi dividido em duas parcelas: a primeira parcela será aplicada em 5%, retroagindo seus efeitos para os professores municipais, contando de janeiro deste ano, e depois de somada, paga em parcela única, no mês de junho. Os demais, que compreende todos os ativos, os inativos, pensionistas, os temporários, além dos considerados estagiários e inclusive os Conselheiros Tutelares, recebem a aplicação desta primeira parcela, também na folha deste mês de maio, sem retroceder seus efeitos.

A segunda parcela será aplicada em 4,83% para todo o funcionalismo, na folha do mês de setembro corrente. Somando-se assim, os dois índices – 5% em maio, com 4,83% em setembro – fica corrigido em 9,83%, que foi apurado com base nos dados oficiais. O projeto foi apresentado pelo prefeito Hugo Lembeck na segunda-feira e o presidente da Câmara, Valmor Zanghelini (PSD), convocou os vereadores para uma sessão extraordinária para dar agilidade ao processo.

“A gente vem trabalhando para que os projetos sejam discutidos antes de chegar ao plenário, para ter consenso, e não perder tempo discutindo em plenário, fora, realizadas várias reuniões e tivemos a sinalização positiva do Sintrasp, por isso foi aprovado sem nenhum voto contrário”, disse Valmor. Para o presidente, o entendimento entre os poderes é a melhor alternativa nesse, e em outros casos. “Nosso compromisso é com a população”, finalizou.
Alexandre Salvador

Pin It
Você gostaria de comentar?