Tomografia completa um ano no HDWC

Tomografia HDWC

A existência de um tomógrafo que atendesse a rede pública sempre foi uma grande necessidade da população de Ibirama e região. Por isso, há um ano, completado no dia 27 de maio, o Hospital Dr. Waldomiro Colautti (HDWC) implantou o serviço dentro da instituição. E desde então, com atendimento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), já foram realizados cerca de três mil exames desde a implantação, zerando as filas e suprindo a demanda da região.

De acordo com o responsável técnico pelo tomógrafo, Cristiano Marcelo Tenfen, em 30 anos esta é a primeira vez que um tomógrafo é ofertado à população diretamente no HDWC. O serviço funciona 24 horas, de domingo a domingo, com possibilidade de realizar aproximadamente 17 exames diferentes do crânio ao pé. “O serviço de tomografia no HDWC foi um ganho enorme para cidade. Muitas vidas foram salvas, já que o equipamento possibilita com precisão e agilidade o diagnóstico de pacientes com traumas graves, que são a maioria dos atendimentos nessa unidade de saúde”, afirma Marcelo.

O técnico responsável enfatiza ainda que este método de diagnóstico por imagem é o único da cidade e um dos poucos com atendimento gratuito pelo SUS. Com várias indicações para diagnóstico e resultados extremamente confiáveis. Segundo ele, o exame revela precocemente outras lesões e têm também aplicações nas clínicas de Cardiologia, Neurologia, Urologia, Ortopedia entre outros, que frequentemente não detectadas por outras modalidades de imagens convencionais.

Números demonstram a importância do serviço

Além de atender a população local, o tomógrafo instalado no Hospital Dr. Waldomiro Colautti atende ainda outras cinco agências de desenvolvimento regional de saúde que são elas: Ibirama, com mais de 18 mil habitantes, Timbó, com mais de 36 mil habitantes, Rio do Sul, com mais de 67 mil habitantes, Taió, com mais de 17 mil habitantes e Ituporanga, com mais de 22 mil habitantes, totalizando 38 municípios.

O serviço atende ainda vítimas de acidentes ocorridos nas rodovias que cortam a região e também trabalhadores que atuam no complexo industrial. O responsável técnico destaca ainda que o tomógrafo, além de diminuir as transferências para outras unidades de saúde com o serviço, ainda diminuiu o tempo de internação dos pacientes no hospital dando mais agilidade no diagnóstico.

 

Alinhar Comunicação 

Pin It
Você gostaria de comentar?