Seminário Municipal de Bovinocultura de Leite ocorre na próxima semana em Salete

Seminário Municipal de Bovinocultura de Leite

A Prefeitura de Salete por meio da Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente e a Epagri promovem na terça-feira, dia 25 de julho, o 11º Seminário Municipal de Bovinocultura de Leite. Neste ano, o encontro será sediado nas dependências do salão comunitário de Barra Grande e a expectativa é reunir mais de 180 pessoas.

O evento é uma comemoração ao Dia do Colono e tem como objetivos motivar os produtores, mostrar a situação atual e as perspectivas da cadeia do leite como oportunidade de diversificação e alternativa de renda para agricultura familiar.

A programação inicia às 8h30min com um café, a abertura solene será às 9h e às 9h30min começam as palestras. Os temas abordados serão Raças de Bovinos de Leite e Melhoramento Animal e Análise da Rentabilidade versus Produtividade. Ainda, está previsto ao meio dia almoço e sorteio de brindes aos participantes.

Além de agricultores e familiares, participarão do evento profissionais de empresas ligadas ao setor leiteiro, técnicos da Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente e da Epagri e autoridades locais.

A secretária de agricultura, Anadir Koch Belli, reforça o convite para que as famílias participem do evento. “Será um importante encontro, primeiro para comemorarmos o Dia do Colono e também para serem aprimoradas as técnicas de manejo, fomentada a atividade leiteira e assim garantir uma maior renda”, frisou.

O Seminário Municipal de Bovinocultura de Leite ainda conta com o apoio da Cravil, Banco do Brasil, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Cooperativa dos Pequenos Agricultores de Nossa Senhora de Salete (Copersalete), Cidasc, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR), agropecuária HL, agropecuária Ouro Verde, agropecuária Saletense, Cresol, Sicoob e rádio 105,9 FM.

Atividade agrega renda de famílias locais

Em Salete no ano de 2016, conforme dados de emissão de notas de produtor rural, foram produzidos 8,8 milhões de litros de leite, o que representou um aproximado de R$ 10,3 milhões de reais em venda.

Segundo o engenheiro agrônomo da Epagri em Salete, Ricardo Probst, nos últimos 10 anos a atividade leiteira teve um crescimento no Estado de Santa Catarina. “Apenas em janeiro de 2015 com a denúncia de adulteração do leite, o mercado teve uma queda. Contudo, a produção esta retomando e é uma boa opção, o pagamento é mensal, ele estabiliza o fluxo de caixa da propriedade, e a atividade dá pra ser conciliada com outras rendas, ou seja, tem alta liquidez em qualquer fase”.

Probst é um dos organizadores do 11º Seminário Municipal de Bovinocultura de Leite, ele destaca que a abordagem das palestras neste ano pretende dar subsídios aos agricultores para estarem melhorando questões já identificadas nas propriedades. “Um exemplo é o melhoramento genético, com a escolha correta do sêmen, melhora-se a característica do animal e com isso aumenta-se a produção e o ganho”, explicou.

Programação do 11º Seminário Municipal de Bovinocultura de Leite:

08h30min as 09h – Inscrição e café

09h as 09h30min – Abertura

09h30min às 10h45min – Apresentação: Raças de Bovinos de Leite e Melhoramento Animal. Palestrante: Giovani Riscaroli, Técnico agrícola e especialista em melhoramento animal.

10h45min às 12h15min – Apresentação: Análise da Rentabilidade versus Produtividade. Palestrante: Carlos Mader Fernandes, Engenheiro Agrônomo da Epagri de Concórdia.

12h15min – Encerramento e Almoço 

Odair José Ferreira

Pin It
Você gostaria de comentar?