Sancionada Lei que aprova Plano Municipal de Saneamento Básico de Ibirama

2

O prefeito de Ibirama Adriano Poffo sancionou, na tarde desta segunda-feira (10), a Lei 3.286, que aprova o Plano Municipal de Saneamento Básico do Município – PMSB. O ato aconteceu durante uma visita à sede do Centro de Educação Superior do Alto Vale do Itajaí – CEAVI, da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, e teve a participação de servidores municipais, do diretor do CEAVI Carlos Alberto Barth e coordenadores e professores do curso de bacharelado em engenharia sanitária do CEAVI.

O processo de revisão do PMSB, que iniciou em junho de 2016, seguiu as orientações recebidas da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí – AMAVI. A ação foi realizada em parceria entre a Municipalidade, Conselho Municipal de Saneamento – COMUSA e UDESC/CEAVI, por meio do corpo técnico, formado por bolsistas e docentes.

O PMSB passou por aprovação do COMUSA; foi apresentado e aprovado pela comunidade em audiência pública, realizada no dia 7 de dezembro de 2016; também foi aprovado pelos vereadores, na Câmara Municipal; e agora sancionado pelo prefeito.

O diretor do CEAVI Carlos Alberto Barth e os professores agradeceram a presença do prefeito e servidores municipais, e se colocaram à disposição do município para contribuir na elaboração de outros projetos, quando houver necessidade.

“Agradecemos publicamente aos profissionais da UDESC/CEAVI, reconhecendo a qualidade de ensino ofertada dentro da nossa Universidade. É com esta união de forças que conseguiremos desenvolver o nosso município. Por isso fiz questão de sancionar esta Lei aqui na UDESC, para demonstrar a nossa gratidão e a vontade de estreitar as relações com a Universidade, pois tenho a certeza de que sempre será muito positivo para Ibirama”, disse Adriano Poffo.

O PMSB tem como objetivo a universalização do serviço público de saneamento básico, abrangendo: os serviços de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e a drenagem e manejo das águas pluviais. O Plano prevê metas e ações para os próximos 20 anos e deve ser revisado a cada quatro anos. O município formará uma equipe técnica para colocar em execução o PMSB.
Sheyla Germano

Pin It
Você gostaria de comentar?