Saiba como é a ajuda dos municípios aos Bombeiros Voluntários no Oeste de Santa Catarina

016-17 (1)

Em Presidente Getúlio no último ano, os Bombeiros Voluntários recebiam somente 425 litros de diesel, além de uma ambulância com a referida manutenção, mas esta foi retirada de operação no primeiro semestre de 2016, permanecendo apenas o repasse de 425 litros de diesel, algo próximo de R$1.500,00 de ajuda por mês pela prefeitura.

Como nos meses de janeiro e fevereiro iniciaram as tratativas para realização de novos convênios com as prefeituras, na última quinta-feira (09), o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Presidente Getúlio Amarildo Molinari, Subcomandante Operacional dos Bombeiros Voluntários de Lontras, Joel dos Santos e o Assessor de Comunicação da Corporação de Presidente Getúlio Alex de Lima, estiveram visitando as unidades dos Bombeiros Voluntários de Irani, Concórdia, Ipumirim, Arabutã e Lindóia do Sul no oeste do Estado com o objetivo de buscar informações de como são realizadas as  parcerias entre prefeitura e os Bombeiros Voluntários daquela região.

No município de Concórdia há 68.627 habitantes e a prefeitura repassa R$ 75 mil por mês aos Bombeiros Voluntários;

Em Arabutã município com 4.278 habitantes a prefeitura repassa R$ 7.200 mil por mês aos Bombeiros Voluntários;

No município de Irani, há 10.202 habitantes e a prefeitura repassa R$ 5 mil por mês aos Bombeiros Voluntários;

Em Ipumirim, há 7.530 habitantes e a prefeitura repassa R$ 5.800 mil por mês aos Bombeiros Voluntários.

Lindóia do Sul, há 5.800 habitantes e a prefeitura realiza o repasse R$ 70 mil por ano dividido em 12 parcelas aos Bombeiros Voluntários.

Todas as Prefeituras possuem convênios com as unidades de Bombeiros do seu município ou com a unidade de Bombeiros responsável pelo atendimento, seja voluntária, comunitária, civil ou militar que são utilizadas para custeio como, água, luz, telefone, materiais de atendimento diário, manutenção do quartel, veículos e equipamentos da corporação voluntária. Além desta ajuda as corporações também recebem uma porcentagem das taxas de vistorias e análises de projetos preventivos de Combate a Incêndio, realizada pelo Bombeiro Militar.

 “Os Bombeiros Voluntários de Presidente Getúlio necessitam ter mais apoio, ainda possuímos muita carência de novos equipamentos, prestamos um serviço de atendimento a situações de emergência ou calamidade pública e não podemos passar por dificuldades como nos últimos anos”, destaca Amarildo Molinari, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Presidente Getúlio.

Se observarmos a corporação vizinha, os Bombeiros Voluntários de Ibirama, em 2017 receberão 10 parcelas de 7 mil reais, 40% das taxas de vistorias e mais um percentual por atendimento realizado, destinado este pela Prefeitura de Ibirama, algo em torno de mais de 10 mil reais.

Diante da situação, este ano a Diretoria e o Comando com base nos valores de outras unidades, solicitaram ao prefeito Nelson Virtuoso um reajuste no valor, sendo este o repasse de 5 mil reais por mês. O pedido continua em análise e assim que aprovado ainda precisa passar pela Câmara de Vereadores.

“A ajuda que ganhamos do governo e da comunidade não é suficiente e necessitamos realmente do apoio da prefeitura de Presidente Getúlio, assim como de Dona Emma e Witmarsum para que possamos continuar nosso trabalho sem passar por dificuldades”, disse Waldemar Dirksen, Presidente dos Bombeiros Voluntários.

Alex de Lima

Pin It
Você gostaria de comentar?