Rio do Sul terá a primeira turma de guardas municipais mirins de SC

Rio do Sul será o primeiro município catarinense a implementar o projeto Guarda Municipal Mirim. Pelo menos 30 alunos com idades entre 12 e 14 anos de duas escolas da cidade participarão do programa que terá solenidade de abertura dia 8 de abril, às 9h, na sede da Guarda Municipal de Rio do Sul (GMRS), no bairro Santana.

A iniciativa da GMRS acontecerá em parceria com diversos órgãos e instituições como: Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Rio do Sul (SEADES), Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Defesa Civil e Procon. Durante cinco meses os estudantes terão aulas teóricas relacionadas à prática da cidadania. Os encontros vão acontecer aos sábados pela manhã das 7h20min ao meio dia, na sede da Guarda. Todos os parceiros do projeto serão responsáveis por ministrar aulas.

Depois da etapa teórica os alunos terão uma série de atividades práticas e promoverão ações sociais como, promoção campanhas para a limpeza e preservação de rios e afluentes, realização de panfletagens com cunho educativo e auxílio em blitzes educativas. Ao final do programa, que deve durar aproximadamente um ano, os concluintes receberão certificação.

Neste primeiro momento apenas duas escolas de Rio do Sul foram selecionadas, a Escola Modelo Ella Kurth, no bairro Rainha e a EEB Paulo Cordeiro, na rua 15 de Novembro, onde a Guarda Municipal já trabalha há alguns anos com o projeto Aluno Guia. O transporte até o local das aulas teóricas será feito em ônibus que sairão das escolas em horários que em breve serão definidos.

Tendo o objetivo principal de tornar os jovens mais conscientes e mais preocupados com as questões sociais, o chefe da Guarda Municipal, Robson Ferreira Fernandes destacou a importância do trabalho em conjunto com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. “Sendo um projeto social para a melhoria da sociedade, nada mais justo do que a parceria com os assistentes sociais. Eles tem a experiência e os meios necessários para a transformação dessas crianças”, argumentou.

Parceria com a SEADES

4

Na tarde de segunda-feira (20), uma equipe da SEADES e da GMRS visitou a Padaria Escola, no bairro Albertina, com o objetivo de conhecer melhor a estrutura do local. Lá os alunos terão algumas oficinas ao longo do curso, além disso, a padaria fornecerá todos os lanches para as aulas teóricas.

“As oficinas são momentos em que eles vão conhecer o trabalho de assistência, vão reconhecer a importância disso para a sociedade e vão poder interagir com o nosso trabalho. Essa é a primeira turma de muitas que ainda virão”, destacou a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Danielle Cristina Zanella Radke

Além de auxiliar nas aulas teóricas e práticas, a SEADES se comprometeu também a prestar um serviço de assistência para todos os alunos que se encontrarem em condições de vulnerabilidade social.

Ricardo Hames

Pin It
Você gostaria de comentar?