Rio do Sul: Saúde adquire ultrassom e deve aumentar capacidade de atendimentos

Novo Ultrassom (2)

A secretária de Saúde de Rio do Sul, Sueli de Oliveira, espera que o novo equipamento de ultrassom adquirido pelo município entre em funcionamento em pelo menos 30 dias. Já entregue na Policlínica nesta quarta-feira pela empresa fornecedora, o equipamento precisa agora ser montado e aferido por técnicos da própria fábrica, além de testado por médicos especialistas.

A expectativa é aumentar de 600 para pelo menos 800 atendimentos ao mês com o novo equipamento. Por enquanto, o município possui uma máquina em funcionamento no Centro de Atendimento à Mulher (CAM) com atendimento de 200 pacientes por mês e também terceiriza mais 400 exames no Hospital Samária e clínicas particulares da cidade. O número de procedimentos contratados deve ser reduzido na medida em que o equipamento estiver em operação.

O novo ultrassom será montado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que fica no bairro Canta Galo. Há espaço para este tipo de exame na estrutura e também ajudará nas rotinas da unidade, caso necessário. O equipamento custou R$ 82.300,00 e foi adquirido com recursos da Secretaria de Saúde e de emenda parlamentar do deputado federal Rogério Peninha Mendonça.

Sueli ressalta que o equipamento vem em boa hora já que o utilizado no CAM não tem capacidade de realizar alguns tipos de procedimentos como do aparelho urinário, abdômen total, mulheres com mais de cinco meses de gestação ou pessoas obesas. “Assim não precisaremos mais terceirizar este tipo de procedimento. Faremos diretamente na UPA, ajudando a reduzir a demanda que é bastante grande”, revela Sueli.

Equipamento já utilizado no CAM também vai para a UPA

Com a aquisição deste novo equipamento de ultrassom, a UPA será centralizada como local para realização deste tipo de procedimento, muito requisitado por médicos para realizar diagnósticos. Os dois equipamentos serão operados por equipes diferentes e de forma simultânea, podendo assim aumentar a capacidade de atendimento.

A secretária Sueli lembra que o mutirão de atendimento de ultrassonografias contratado no início do ano continua, com cerca de 900 dos 1,7 mil procedimentos já realizados. “São em torno de 400 exames ao mês, mas esta demanda é de pessoas que aguardavam na fila de espera há meses, e as requisições médicas continuam todos os dias. Mas com nosso novo equipamento, queremos acelerar o processo e diminuir o tempo de espera entre a marcação e a realização do exame”, ressalta.

Clóvis Eduardo Cuco

Pin It
Você gostaria de comentar?