Rio do Sul: Quase R$ 730 mil são arrecadados com a TPD e destinados à Defesa Civil

O carnê do IPTU 2017 chegou ao contribuinte com a taxa que foi aprovada em 2016 pela câmara de vereadores e tem o objetivo de abastecer o fundo da Defesa Civil. Através do decreto 6.118/2017, todo o valor arrecadado da Taxa de Proteção aos Desastres (TPD), será destinado para o Fundo Municipal de Proteção e Defesa Civil de Rio do Sul (FUMPDEC). Com esse valor o órgão poderá investir os recursos financeiros diretamente para ações de prevenção e assistência à população em casos de desastres.

De acordo com o secretário de Administração e Fazenda, Alexandre Pereira, o investimento será aplicado em ações preventivas visando minimizar os efeitos de potenciais desastres, além de atender a população em momentos de calamidade. O orçamento arrecadado até o momento do TPD foi de R$ 729.143,68.

Esse dinheiro será muito bem investido. Já temos a primeira aquisição da aplicação do fundo, que é a de um caminhão toco 4×4, que destinaremos ao Corpo de Bombeiros de Rio do Sul”. Conforme o secretário, o caminhão possui características para serviços de ajuda humanitária, como por exemplo, transporte e resgate de pessoas ilhadas, transporte de remédios e alimentos e reabilitação de cenários. O principal benefício do veículo é a facilidade para se locomover em até dois metros de água, auxiliando assim a Defesa Civil e o corpo de Bombeiros na ajuda humanitária. O valor investido no caminhão é de R$ 165.000,00.

De acordo com o diretor da Defesa Civil, Moacir Cordeiro, é muito importante a gestão e a administração do município investir em proteção e prevenção do cidadão rio-sulense. “O conjunto de ações preventivas, de socorro assistencial e reconstrutivas, destinadas a evitar ou minimizar os desastres, preservar a moral da população e restabelecer a normalidade social, são funções da Defesa Civil”, destacou Cordeiro.

Andrei Walentim
Pin It
Você gostaria de comentar?