Rio do Sul discute políticas públicas para o fim do trabalho infantil

16.10.15 OFICINA. SAÚDE -

A prefeitura de Rio do Sul, por meio da Secretaria de Assistência Social e de Habitação e da coordenação do Programa de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), realiza na sexta-feira (18), um encontro de formação que reunirá servidores das políticas públicas de assistência social, educação, saúde, conselheiros de direitos, integrantes da Comissão Intersetorial de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Cipeti) e do grupo gestor da Rede de Atendimento à Criança e ao Adolescente.

O objetivo do evento é estimular a percepção dos participantes para que se sintam preparados em identificar crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, realizar denúncias, quando necessário, e os encaminhamentos para atendimento desse público. A expectativa é que cerca de 160 pessoas participem do evento, que deverá focar as atividades principalmente na erradicação do trabalho infantil no município de Rio do Sul.

De acordo com o recenseamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rio do Sul figura entre os 30 municípios com maior incidência de trabalho infantil. “Não temos como fechar os olhos para o problema. Este encontro será importante para a execução das ações previstas no Plano de Ações Estratégicas do PETI (2015-2017) e para a implementação de políticas públicas que busquem minimizar este impacto negativo”, destaca a secretária de Assistência Social e Habitação, Maria Helena Zimmermann.

O encontro será realizado entre 8h e 18h, no Centro de Convivência da Terceira Idade, localizado na rua Verde Vale, no bairro Canta Galo.

 

Rafael José Beling
Pin It
Você gostaria de comentar?