Rio do Oeste em alerta por causa da chuva

manoel Moratelli

Em Rio do Oeste, uma das cidades do Alto Vale mais castigada com as cheias em período de chuva intensa, o nível do Rio Itajaí do Oeste atingiu o nível máximo nesta semana na segunda-feira, dia 29, marcando 7 metros e 32 centímetros.

Nesta quarta-feira, dia 31, às 8h, o nível estava baixando, na medição das 9h marcava 6 metros e 88 e às 11h chegou a 6 metros e 90, voltando a subir dois centímetros por hora. Das 7h de terça-feira às 7h de hoje, choveu no município 29 milímetros. “Nossa cota de emergência era 7 metros e meio. Ontem, com a previsão de muita chuva para a madrugada subimos a cota para 8 e meio. A chuva foi menor que o anunciado, mas mesmo assim ainda mantemos essa cota”, orienta o coordenador da Defesa Civil municipal, Josnei Moser.

A cidade mantém um abrigo, no salão da igreja matriz, com seis famílias, totalizando 27 pessoas. São moradores da rua Manoel Moratelli, no Centro, que já começa a ficar alagada. “A água não chegou nas casas, mas como medida de segurança já auxiliamos essas famílias na retirada dos móveis, encaminhando elas para o abrigo”, explica Josnei.

Algumas localidades do interior estão isoladas. É o caso da comunidade de Angico, onde o principal acesso pelo Centro já foi tomado pela água. Nesta manhã, o prefeito em exercício, Luis Carlos Müller, e um engenheiro percorreram as localidades que ainda mantinham o acesso, para avaliar a situação. Às 16h vai haver mais uma reunião no gabinete.

Na SC que dá acesso a cidade o nível do rio precisa atingir 8 metros e 15 centímetros para chegar na pista. O Corpo de Bombeiros de Santa Catarina já se colocou à disposição da Defesa Civil, caso necessário. “Formos orientados de que há uma equipe disponível. Conforme os nossos cálculos, essa equipe deve ser acionada faltando de 4 a 6 horas para a água interditar a rodovia de acesso”, comenta Josnei. Esses bombeiros poderão auxiliar em casos de resgates, deslizamentos de terra e outras situações emergenciais.

Nos Centros de Educação Infantil e na Escola de Ensino Fundamental Fortunato Tarnowski as atividades estão mantidas. Nessa manhã, as aulas só foram suspensas na Escola de Educação Básica Vereador Alfredo Scottini, na localidade de Toca Grande.

 

DEFESA CIVIL

A Defesa Civil de Rio do Oeste possui uma estrutura completa para atuar em caso de enchente. A equipe tem à disposição uma camionete Blazer, Drone para monitoramento aéreo e à distância e rádio amador, que mantém contato direto com os gestores das barragens de contenção de cheias de Taió e Ituporanga.

Há também seis barcos e oito motores de popa (dois reserva). “Temos, inclusive, cinco pessoas capacitadas para operar essas pequenas embarcações. São pilotos formados na Capitania dos Portos, em Itajaí”, observa o coordenador da defesa Civil.

É feito ainda um monitoramento via Internet, através de sites oficiais, Facebook e WhatsApp.

TELEFONES DE EMERGÊNCIA

199 Defesa Civil

193 Corpo de Bombeiros

190 Polícia Militar

197 Polícia Civil

192 Samu

191 Polícia Rodoviária Federal

198 Polícia Militar Rodoviária

3543-0261 Prefeitura de Rio do Oeste

Pin It
Você gostaria de comentar?