Regional de Ibirama será a primeira do estado a implantar controle automático da merenda em todas as escolas estaduais

Foto EEB Regente Feijó Helena Marquardt ADR Ibirama

A Regional de Ibirama, que é composta por nove municípios do Alto e Médio Vale do Itajaí, deve ser a primeira de Santa Catarina a implantar o controle automático da merenda através de QR Code em todas as escolas estaduais. Atualmente três unidades já utilizam o novo sistema piloto e uma outra está iniciando o processo, mas a previsão é de que até o final de outubro todas as instituições de ensino estaduais tenham aderido a mudança.

Para que iniciem o uso do novo sistema representantes das escolas já passaram por uma capacitação na Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Ibirama, e de acordo com a supervisora de Articulação com os municípios da Gerência Regional de Educação, Isolânia Wippel, puderam ver que a novidade na contagem só traz benefícios, que vão muito além da maior agilidade na hora das refeições e da transferência automática de dados para o Sistema de Gestão Educacional de Santa Catarina (Sisgesc).  .

Ela revela que nas escolas onde a tecnologia já substituiu a contagem manual, o custo com a merenda reduziu de 20% a 30%. “As escolas que passaram a utilizar o aplicativo de contagem já tiveram em média essa redução, mas nossa preocupação não é apenas com economia e sim se o aluno está se alimentando bem ou não, se a comida tem sido suficiente e uma série de fatores”, completa.

Isolânia esclarece que ao contrário de boatos que circulam pela internet, o novo sistema não impede que o aluno repita a merenda. “O aluno pode repetir normalmente e pode comer duas porções de alguns alimentos como carne e laticínios, já os demais alimentos são totalmente liberados. O importante é ressaltar que todo o cardápio e a quantidade adequada  foi definida por profissionais de nutrição, pensando em oferecer uma alimentação saudável para crianças e adolescentes.”

Experiência positiva

Nas escolas da Regional de Ibirama que já utilizam as carteirinhas com QR Code e tablet a experiência tem sido bastante positiva. A Assistente de Educação da EEB Bernardo Muller, de Presidente Getúlio, Marisa Hawerroth Heinzen, conta que a escola aderiu a mudança em agosto e destaca que o novo sistema facilitou bastante o controle da merenda e lançamento. “Os próprios alunos se sentiram atraídos e gostaram bastante. Tem facilitado muito.”

Helena Marquardt

Pin It
Você gostaria de comentar?