Projeto Rondon Alto Vale foi lançado pela Udesc na 14ª ADR Ibirama

IMG_0963

Com a participação de mais de 300 estudantes, professores e lideranças políticas, foi lançado nesta quarta-feira, 02 de março, no Salão Paroquial da Igreja de Santo Huberto, em Ibirama, o projeto Rondon Alto Vale, pela Udesc – Universidade do Estado de Santa Catarina, em parceria com as ADRs – Agências de Desenvolvimento Regional de Ibirama, Rio do Sul, Taió e Ituporanga e 21 prefeituras da região.

Estes estudantes e professores estarão presentes nestes 21 municípios até o dia 12 de março, realizando um Projeto de Extensão Universitária, em 9 diferentes áreas do conhecimento além da interação com a sociedade, como destacou o reitor da Udesc, professor Antonio Heronaldo de Souza, na abertura do evento.

O secretário executivo da 14ª ADR Ibirama, José Adalcio Krieger, representando o governador Raimundo Colombo, agradeceu a parceria com as prefeituras da região e lembrou o trabalho de extensão, desenvolvido pelas antigas SDRs nos municípios através das Forças Tarefa, com grandes resultados. Também desejou um bom trabalho a todos os rondonistas.

IMG_0943

O prefeito de Ibirama, Francisco Asbreno Lohn, lembrou aos presentes que teve a oportunidade de ser rondonista no Sul do Pará, em 1.980 e que este trabalho marcou sua vida para sempre. Também desejou uma boa acolhida e um bom trabalho a todos.

Pela Universidade de Alfenas, Minas Gerais, o professor Thomas Araujo citou a Udesc como referência nacional e disse que a estrela de Santa Catarina é a que mais brilha no cenário nacional. O diretor da Udesc, Arnaldo de Lima, citou o colete como símbolo dos rondonistas que deverão realizar uma excelente jornada, aprendendo e ensinando.

Carlos Alberto Barth, diretor da Udesc/Ceavi em Ibirama, lembrou do Projeto Rondon como um momento importante para o Alto Vale, citando os rondonistas como patrimônio humano a serviço da comunidade.

O coordenador de Extensão da Udesc, Alfredo Baldoino dos Santos, disse que esta será a melhor operação rondonista da história da Udesc, enquanto o professor Jaison Ademir Sevegnani, da Udesc/Ceavi, se emocionou ao falar da importância deste projeto, tanto para a Universidade como também para a comunidade regional. Pelos acadêmicos, Catia Alexandre, citou os 11 dias de trabalho como um grande desafio para os rondonistas.

Dante Bonin.

Pin It
Você gostaria de comentar?