Programa Terra Boa disponibiliza 1.620 toneladas de calcário para agricultores de Rio do Oeste

calcário solo

Para fazer a correção do solo da lavoura no início de mais uma safra, uma medida que pode ser adotada é a aplicação de calcário na área de plantio. E para facilitar o acesso ao produto, o Governo do Estado, através da Epagri, desenvolve em Santa Catarina o programa Terra Boa.

O calcário é distribuído gratuitamente. O único gasto é com o transporte. “Rio do Oeste mantém uma parceria com a mineradora, que traz o calcário e deposita no parque da Fepol. A prefeitura disponibiliza então veículos para fazer o transporte do produto até as propriedades, sendo que o agricultor precisa pagar apenas R$ 400,00 pelo serviço”, explica o prefeito Humberto Pessatti.

Rio do Oeste foi contemplado com 1.620 toneladas. Até essa sexta-feira, dia 28, já tinham sido emitidas 87 autorizações de retirada. Cada produtor rural tem direito a receber 15 toneladas.

Mas para isso, é preciso estar em dia com os governos Municipal e Estadual, apresentar a DAP e levar até a Epagri uma amostra de terra da lavoura, que vai para análise para que seja comprovada  a necessidade ou não da correção do solo. “A gente pede que o agricultor venha até a Epagri fazer a retirada da autorização preferencialmente nas segundas-feiras, das 8h às 12 ou das 13h30 às 17h30”, orienta o extensionista rural, Enni Rodrigo Bitencourt.

Pin It
Você gostaria de comentar?