Prefeitura de Agrolândia inicia levantamento dos estragos causados pele excesso de chuva

Agrolândia3

Nas últimas 48 horas, a coordenação da Defesa Civil de Agrolândia atuou em regime de plantão, com o objetivo de auxiliar a população por causa do excesso de chuva desse início de semana. O trabalho foi executado em parceria com a Defesa Civil regional, com atualização das informações referentes a índices pluviométricos e nível dos rios. “Prestamos bastante atendimento via telefone também para os moradores de Trombudo Central e para o Corpo de Bombeiros de lá, afinal, a água da chuva que cai em Agrolândia, em questão de quatro ou cinco horas chega no município vizinho”, explica Marcos André Scheller, responsável pela Defesa Civil em Agrolândia.

O acesso entre as duas cidades foi interrompido no final da tarde de quarta-feira, dia 31 de maio, mas por volta das 11 horas o nível do rio Trombudo começou a baixar e a situação na rodovia já se normalizou. O Centro de Agrolândia é cortado também pelo Ribeirão das Pedras, onde a água subiu bastante, mas não chegou a transbordar.

Uma reunião na manhã desta quinta-feira foi realizada na prefeitura com o prefeito Urbano José Dalcanale, o vice-prefeito Dirceu Leite e alguns secretários municipais. “Uma equipe saiu hoje cedo para o interior do município, com a proposta de fazer um levantamento mais preciso dos estragos causados nas localidades. Até o final da tarde a gente já deve ter essas informações”, ressalta o prefeito.

O que já se sabe é que a comunidade de Serra dos Alves foi uma das mais atingidas, com danos em bueiros e pontilhões. No bairro São João, o principal problema foi o alagamento de algumas vias, causando transtornos principalmente para o trânsito.  “Com o levantamento dos estragos concluído, vamos trabalhar na execução dos reparos o mais rápido possível”, garante Urbano.

AGRICULTURA

Transtornos e prejuízos também para os agricultores. Entres as culturas mais afetadas estão o feijão e a soja, já que o excesso de chuva e a umidade acabam comprometendo a qualidade dos grãos.

EDUCAÇÃO

Dos sete Centros de Educação Infantil mantidos pelo município, o atendimento nesta quinta-feira ficou comprometido em pelo menos cinco. “Alguns professores, inclusive de municípios vizinhos que trabalham em Agrolândia, não conseguiram chegar na unidade. Mesmo assim, mantemos o atendimento em regime de plantão. Já nas três escolas da rede municipal as aulas estão suspensas hoje, com previsão de retorno amanhã”, destaca a secretária de Educação, Iliane Neuber da Silva.

Nas duas escolas da rede estadual, segundo um ofício encaminhado pela Gerência Regional de Educação, não vai haver aula hoje e amanhã, com retorno das atividades na segunda-feira, dia 05.

Conecte Mídia.

Pin It
Você gostaria de comentar?