Piscicultores de Salete recebem recursos do SC Rural para Projeto Estruturante

O Programa SC Rural aprovou o Projeto Estruturante de Apoio as Unidades Produtivas de Peixe, da Associação de Piscicultura de Salete (APS). O projeto visa aumentar a competitividade dos piscicultores por meio da produção sustentável de pescados e da organização social das famílias rurais envolvidas. O valor do projeto está orçado em R$ 216,9 mil e desse montante, R$ 108,3 mil serão subsidiados pelo SC Rural e o restante pelos piscicultores.

As 11 famílias rurais que compõem o grupo APS e estão incluídas no Projeto Estruturante do SC Rural, pertencem às comunidades de Barra Cipriano, Rio do Ouro, Braço Toretti, Barra Grande, Rio Herta e Santa Margarida. O grupo busca aperfeiçoamento da atividade de piscicultura e o domínio de técnicas que permitam melhorar a qualidade e a quantidade de peixes vivos produzidos.

Com os recursos serão adquiridos equipamentos para aumentar a quantidade de peixe produzido, como aeradores; bomba para captação de água e serviço de esteira e PC Hidráulica para reforma de viveiros e ampliação. Também será adquirido pelo grupo, uma esteira para despesca que visa humanizar a mão de obra e oxímetro para verificar a qualidade da água, que proporcionará melhor utilização dos viveiros podendo aumentar a produção.

O gerente de Políticas Socieconômicas Rurais e Urbanas, Alcides Francisco Pivatto disse que a estruturação e os investimentos realizados com o apoio do SC Rural, vão permitir dobrar a produção de peixes. “Com a aquisição desses equipamentos, os piscicultores vão ter a oportunidade de aumentar a produção de pescados do grupo, que está em 120 toneladas anuais. Com o projeto, o objetivo é chegar 248 toneladas anuais”, explicou.

Pivatto disse ainda, que o aumento na produtividade vai melhorar as condições e oportunidades de venda dos peixes e, consequentemente, proporcionará melhor qualidade de vida aos agricultores.

A gestão do Projeto Estruturante será realizada pela Associação de Piscicultores, com o apoio dos extensionistas rurais da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri), Ricardo Weber e Ricardo Probst. Os técnicos serão os responsáveis pela capacitação, assistência técnica e extensão rural às famílias beneficiadas. O Programa SC Rural é coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca.

Pin It
Você gostaria de comentar?