Órgãos de segurança participam de reunião sobre a “Operação Divisas”

No dia de ontem, terça-feira(19) aconteceu a primeira avaliação da Operação Divisas, desencadeada em Santa Catarina no sábado dia 16. A reunião de avaliação ocorreu na sede da Polícia Rodoviária Federal, em Florianópolis.

Participaram da reunião a PRF, a Polícia Federal, Receita Federal, Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina e a Policia Ambiental.

A operação consiste em um conjunto de ações contra o crime organizado e integração das forças. Foram montadas 9 barreiras fixas, 24 horas por dia, nas rodovias federais de Santa Catarina e 8 nas rodovias estaduais. A fiscalização inclui, ainda, operações e fiscalização nos portos e aeroportos.

A PRF/SC já flagrou 19 situações de crimes desde o início da operação, envolvendo contrabando/descaminho, veículo roubado, CNH falsa e mandados de prisão. Além disso, vários veículos estão sendo autuados. Ontem, em Barra Velha, 20 veículos foram retidos por estarem com licenciamento vencido, sendo que um Gol estava sem licenciamento desde 2007 e com restrição judicial.

A PRF/SC também registrou 2.573 imagens de excesso de velocidade neste período, multou 19 motoristas que dirigiam embriagados e prendeu 14 por embriaguez.

Um dos casos que mais chamou a atenção ocorreu ontem à noite, em Lages, quando a PRF/SC flagrou um contrabandista de cigarro com um furgão branco com pinturas de empresa de telefonia totalmente falsas. O motorista tinha até crachá falso da empresa.

Esta madrugada a PRF/SC recuperou uma Captiva roubada no Paraná, que estava com chassi adulterado e o motorista apresentou CNH falsa. Havia mandado de prisão contra ele por tráfico de entorpecentes.

Além das barreiras fixas, a PRF/SC trabalha com 24 grupos táticos em todo o Estado catarinense. A operação não tem data para terminar. A PRF/SC recebeu um grande efetivo de PRFs de outros estados para compor as barreiras fixas e os grupos táticos.

Pin It

Comentários estão fechados.