Ônibus projetado para a Copa do Mundo é testado em Florianópolis

Um ônibus projetado para a Copa do Mundo de 2014 começou a circular em Florianópolis nesta segunda-feira. O primeiro percurso foi pela linha Canasvieiras às 16h37min, saindo do Tican em direção ao Centro. A previsão é de que o veículo permaneça na Capital durante 30 dias, e depois será utilizado no aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro, já para o transporte de passageiros da Copa das Confederações.

Para Florianópolis, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros da Grande Florianópolis (Setuf), Waldir Gomes da Silva, explica que é uma decisão para mostrar à população e para as autoridades que é possível melhorar a mobilidade da cidade.

— Nosso objetivo é mostrar que é necessário infraestrutura, como a construção de corredores para os ônibus — disse o presidente do SETUF.

De fato, o veículo necessita de infraestrutura. Com 23 metros de comprimento (dois a mais que os ônibus em circulação), 2,6 metro de largura e quatro eixos, o ônibus tem a carcaça muito próxima do chão ( é “rebaixado”). Por isso, o trajeto do coletivo não pode ter lombadas ou falhas graves no asfalto. O ônibus deve sair do Centro, ir direto pela avenida Beira-Mar e depois ter acesso à SC-401 até Canasvieiras, trecho que sem lombadas, de acordo com o SETUF.

O trajeto Rio Tavares/Centro também está sendo estudado. O projeto é uma parceria do SETUF com a revendedora da Mercedes Benz em Florianópolis, tudo autorizado pela prefeitura. O custo de manutenção do veículo em comparação aos atuais em circulação é o mesmo, com um gasto um pouco maior por ter mais rodas e, consequentemente, pneus.

Alguns países da Europa utilizam o ônibus em seus corredores preferenciais para transporte coletivo. No Rio de Janeiro, após a utilização nos aeroportos, os veículos devem ser utilizados nas vias que estão em construção exclusivamente para garantir mais mobilidade, com a proibição da passagem de carros ou caminhões.

 

 

Foto: divulgação

Diário Catarinense

Pin It
Você gostaria de comentar?