NTE já colocou em funcionamento laboratórios de informática de 15 escolas estaduais na Regional de Ibirama

Laboratório Cecília Ax foto Monize Freiberger Leite ADR Ibirama

Laboratório Cecília Ax foto Monize Freiberger Leite ADR Ibirama

Desde que assumiram o cargo, em fevereiro desse ano, os multiplicadores do Núcleo de Tecnologias Educacionais (NTE) da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Ibirama, já reestruturaram totalmente e colocaram em funcionamento laboratórios de informática de 15 escolas estaduais. A EEB Cecília Ax, de Presidente Getúlio, foi a beneficiada mais recente.

O multiplicador Ademir Schwarzrock explica que os laboratórios não vinham sendo utilizados por diversos motivos como falta de alguns equipamentos, manutenção e até atualizações de sistema, mas aos poucos o NTE conseguiu garantir que os espaços possam receber os estudantes para fins pedagógicos. “Com isso garantimos o uso desses equipamentos e ferramentas que são fundamentais para o processo de aprendizagem”, comentou.

A Escola Indígena de Educação Fundamental Vanhecu Patté, em José Boiteux, foi uma das beneficiadas com a reestruturação feita pelo NTE e ganhou um laboratório de informática que agora é utilizado diariamente pelos alunos. O diretor da unidade, Rodrigues Pinto Reis, conta que os computadores mudaram a rotina das aulas e até a motivação dos estudantes. “Agora  os professores fazem os projetos e os alunos podem pesquisar no laboratório, com isso  percebemos até mais animação deles em estarem vindo para a escola”, relata.

Formação para professores

Além de garantir que a estrutura física dos laboratórios ofereça condições adequadas de uso os profissionais também têm trabalhado na formação dos professores apresentando ferramentas inovadoras que auxiliam no processo educacional . “Procuramos  fazer com que eles reflitam sobre o papel do professor na escola e mostrar que os projetos humanos são atos coletivos”, completa a multiplicadora Monize Freiberger Leite.

As capacitações estão sendo oferecidas desde e seguem até novembro em todas as escolas.

 

Helena Marquardt

Pin It
Você gostaria de comentar?