Mais de 2.500 alunos de escolas da Regional de Ibirama têm aulas canceladas por causa da chuva

EEB Gertrud Aichinger. Foto: Helena Marquardt ADR Ibirama

EEB Gertrud Aichinger. Foto: Helena Marquardt ADR Ibirama

Diversas escolas estaduais da Agência de Desenvolvimento Regional de Ibirama tiveram as aulas suspensas nesta quarta e quinta-feira, dias 31 e 01 em virtude das chuvas que já causam alagamentos e quedas de barreira no Alto Vale. Na região, até o momento, 2.583 alunos de oito unidades foram orientados a ficar em casa e as aulas ainda podem ser canceladas em outras escolas no decorrer da tarde.

As aulas já foram suspensas em Presidente Nereu na escola João Tolentino Júnior, em Lontras na escola Cecília Bertha Cardoso, em Witmarsum na escola Semiramis Bosco, em Presidente Getúlio na escola Papa João XXIII e em Ibirama nas escolas Walmor Ribeiro, Eliseu Guilherme, Gertrud Aichinger e Centro de Educação de Jovens e Alunos (CEJA).

A diretora da Escola de Educação Básica Gertrud Aichinger em Ibirama, Thalita Fusinato Wilhelm, afirma que a suspensão ocorreu no final da manhã desta quarta-feira, após  uma orientação da própria Secretaria Municipal de Educação baseada em recomendação da Defesa Civil do município. “É uma questão da segurança das crianças, principalmente em relação ao transporte escolar. Recebemos a informação no final da manhã e conseguimos avisar os alunos e suas famílias. Agora vamos acompanhando e aguardar as orientações dos órgãos oficiais.”

Segundo o gerente de Educação da ADR de Ibirama, Nilo Poffo, já as escolas localizadas na Terra Indígena Laklanõ em José Boiteux, como a Laklãnõ e Vanhecu Patté, por enquanto atendem normalmente, mas a suspensão pode ser necessária inda nesta tarde. Além delas outras unidades seguem em situação de alerta e também podem ter seu funcionamento prejudicado. “Nesse momento o importante é manter a calma e garantir a segurança dessas crianças e jovens. Estamos acompanhando as informações da Defesa Civil e o comportamento do tempo e das águas porque não vamos colocar ninguém em risco”.

Ele explicou ainda que a recuperação das aulas que precisaram ser suspensas será discutida  num segundo momento. “Com certeza vamos debater isso, mas os pais podem ter certeza que esse conteúdo será reposto”, lembrou.

Pais devem ficar atentos

Durante todo o período de chuvas, a recomendação da Gerência Regional de Educação é de que os pais fiquem atentos às informações repassadas pelos órgãos oficiais como a defesa Civil e também mantenham contato com as escolas, já que se a situação persistir ou continuar se agravando, aulas de mais escolas podem ser suspensas a qualquer momento.

Helena Marquardt

Pin It
Você gostaria de comentar?