Joinville – Filha de policial civil está desaparecida

Adolescente de 17 anos foi vista pela última vez no Terminal Central na manhã desta terça-feira.

Uma adolescente de 17 anos desapareceu na manhã desta terça-feira em Joinville. De acordo com a família, Juliana Santos Stelmack saiu de casa para ir à escola, de ônibus, e foi vista pela última vez no Terminal Central. A Polícia Civil investiga o caso e solicitou imagens das câmeras de segurança do terminal e da região central.

A família registrou boletim de ocorrência e teme que o desaparecimento de Juliana possa ter relação com o trabalho do pai dela, que é policial civil. Mas de acordo com a família, ele não teria recebido nenhuma ameaça recente. E até o momento a família também não recebeu nenhuma ligação sobre o paradeiro de Juliana.

— Imagens das câmeras de segurança mostram que ela entrou no terminal e foi em direção ao banheiro às 7h29, desacompanhada, mas não tem nenhuma imagem que mostre ela saindo. Depois disso, ninguém mais viu ela —, conta a irmã, Marília Santos Stelmack, de 20 anos.

— Ela estava com uma regata preta e uma calça preta, tem 1,62 m de altura e cabelo castanho claro, um pouco abaixo do ombro —, descreve a irmã.

Por volta das 8h20, a família recebeu uma ligação, de funcionários do terminal, informando que os pertences da adolescente, como bolsa e celular, haviam sido encontrados no banheiro. A partir desse momento, começou a busca desesperada por notícias da menina.

A família ressalta ainda que não acredita na possibilidade de Juliana ter fugido de casa.

— Já ligamos para todos os amigos e o namorado também está aflito, participando das buscas, da distribuição de fotos dela pela cidade e também pela internet —, acrescenta Marília.

Fonte e Foto: A Notícia

Texto: Mariana Pereira

 

Pin It

Comentários estão fechados.