Joinville – Bebê que foi espancado sai da UTI, mas ainda corre risco de morte

Dez dias depois de ser espancado, um bebê de oito meses ainda corre risco de morte em Joinville, segundo o hospital infantil. O suspeito é o padrasto. A menina saiu da UTI no sábado (16), mas continua internada sem previsão de alta.

A mãe está preocupada com o estado de saúde da filha. “Ela ficou com o lado direito do corpo paralisado, e tem bastante espasmo”, comenta a mãe.

A criança chegou em coma no hospital no dia nove de fevereiro, trazida pela Polícia Militar. A mãe chamou a polícia por causa ameaças do companheiro, com quem vivia há mais de um ano. “Tem mordidas pelo corpo, o estado é muito grave. Não sei como ele a agrediu por que no  momento estava pedindo socorro”, diz a mãe.

A avó da menina ficou sabendo da situação quando chegou ao hospital. “O estado dela é bastante grave, ela foi operada para tirar um coágulo do cérebro”, comentou a avó. O padrasto  está preso no presídio regional de Joinville. Ele já tinha passagem por furto e violência contra mulher.

Pin It

Comentários estão fechados.