Jaraguá do Sul – Incêndio criminoso sob investigação

A polícia investiga a possível ligação da tentativa de incêndio à Casa do Colonizador, na madrugada de sexta-feira para sábado, com os atentados que o Estado vem sofrendo. “Em apenas mais alguns minutos haveria um grande estrago”, avalia o responsável pelos Centros de Atendimento ao Turista, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Fábio Roberto Ribeiro da Silva, já que a construção, com mais de 100 anos, e do tipo enxaimel, possui muita madeira.

O ato foi classificado como criminoso, já que foram encontradas garrafas com álcool e gasolina nos fundos do prédio. O princípio de incêndio foi rapidamente controlado pela segurança particular, alertada por meio do disparo do alarme do local. De acordo Silva, que foi avisado sobre o problema por volta das 3 horas, apenas algumas madeiras da parte dos fundos precisarão ser trocadas. Um boletim de ocorrência foi aberto para apurar o caso.

O local já foi alvo de vandalismo outras vezes, mas a situação melhorou com o aumento da iluminação externa. A ideia, agora, é a instalação de uma câmera de monitoramento. A Casa do Colonizador é uma das Centrais de Atendimento ao Turista (Cats), mantidas pela administração pública – as outras ficam no Rio Cerro II e na Avenida Getúlio Vargas, no centro. Das Cats, a Casa do Colonizador é a que apresenta maior fluxo de atendimento a turistas, numa média de 12 a 14 por dia. Em 2012, o total de atendimento foi de 4.408.

Polícia busca ligação com os atentados pelo Estado

Pin It

Comentários estão fechados.