Fatma entrega Prêmio Fritz Müller a empresas que se destacam no cuidado com o meio ambiente

Instituições públicas e privadas que desenvolvem projetos de destaque em áreas como agricultura sustentável, reciclagem, educação ambiental e turismo ecológico receberam da Fundação do Meio Ambiente (Fatma) o Prêmio Fritz Müller. A entrega para 13 empresas que se destacam nos cuidados com o meio ambiente foi realizada na noite de quinta-feira, 8, em Florianópolis. Além das empresas, a Fatma também homenageou com o Prêmio Raulino Reitz de Conservação da Natureza o engenheiro agrônomo e fundador da Epagri, Glauco Olinger.

Fotos: Anne Caroline Anderson/Fatma

Representantes das instituições receberam o troféu do presidente da Fatma, Alexandre Waltrick Rates, do secretário de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Carlos Chiodini, e dos diretores da fundação. “É justo a Fatma, como órgão ambiental do Estado, mostrar à sociedade os projetos que estão dando certo. Assim, ficam bons exemplos para outras empresas seguirem”, avalia o presidente da Fatma.

Entre os agraciados, estavam empresas como a Portonave – Terminais Portuários de Navegantes, que conquistou o Fritz Müller por reduzir a emissão de poluentes dos guindastes utilizados no porto. “As empresas estão cada vez mais preocupadas com o meio ambiente porque entendem que a sustentabilidade é que vai garantir a longevidade dos seus negócios”, explica o superintendente da Portonave, Osmari Castilho Ribas.

Vida dedicada à sustentabilidade

Desenvolver a economia aliada à preservação ambiental sempre foi um desafio para o engenheiro agrônomo Glauco Olinger. Aos 94 anos, Olinger foi agraciado com o prêmio Raulino Reitz de Conservação da Natureza, dado às pessoas físicas que desenvolvem ação em prol do meio ambiente.

Natural de Lages, Olinger foi responsável pela fundação da Acaresc, atual Epagri e precursor da agroindústria catarinense. Atualmente é consultor da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Fome. Para o engenheiro, se um projeto em agroindústria não fosse ambientalmente correto, deveria ser dispensado. “Quando a Epagri fui fundada, o propósito principal foi a conservação do solo, que visa a conservação da natureza”, explica o engenheiro.

Conheça os vencedores deste ano:

Gestão Ambiental: Ministério Público de Santa Catarina – criou um portal específico que agiliza a gestão ambiental.

Reciclagem: Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (Acif) – o programa ReÓleo é um projeto de reciclagem de óleo de cozinha que contribui para a preservação do meio ambiente com o descarte adequado do material.

Conservação de Insumos de Produção (energia): Celesc Distribuição – o case agraciado mostra os resultados de cinco projetos de eficiência energética desenvolvidos pela Celesc Distribuição desde 2010 e como eles são importantes para a conservação de insumos e para preservação do meio ambiente

Conservação de Insumos de Produção (água): Máster Agropecuária – a granja de produção de suínos administrada pela empresa reduziu o consumo de água com ações específicas e a participação dos colaboradores.

Educação Ambiental: Consórcio Itá – o Centro de Divulgação Ambiental (CDA) da Usina Hidrelétrica Ita desenvolve programas de educação ambiental nos municípios da área de influência da usina.

Recuperação de Áreas Degradadas: Enercan – o Programa de Preservação da APP, está na quinta edição, e é destinado aos produtores rurais e agricultores vizinhos do reservatório no incentivo as boas práticas ambientais.

Agricultura Sustentável: Epagri (Frei Rogério) – a instalação de um carneiro hidráulico que utiliza a própria força da água para bombeamento foi solução para o abastecimento da propriedade rural.

Tratamento de Efluentes: Prefeitura Municipal de São Ludgero – investe em um sistema de tratamento de efluentes que reutiliza água e evita o desperdício.

Controle de Poluição Atmosférica: Portonave – Terminais Portuários de Navegantes – projeto de eletrificação dos guindastes RTG da Portonave garante alta redução da emissão de poluentes.

Resíduos Sólidos: BMW do Brasil – gerenciamento do fluxo de geração, coleta, armazenamento e disposição dos resíduos gerados na fabricação de veículos segue padrões rigorosos na fábrica em Araquari.

Gestão Socioambiental: Celesc Geração – projetos da concessionária catarinense de energia elétrica beneficiam mais de meio milhão de pessoas, principalmente famílias rurais e de baixa renda.

Produto Ecológico: Grupo Malwee – a empresa utiliza restos de malha, garrafa pet e meias usadas para produzir moda, estimular a solidariedade e fazer o bem.

Turismo Ecológico e Sustentável: Instituto Alouatta – projeto envolve crianças e estimula a conscientização ambiental e a proteção da fauna e flora da Reserva do Aguaí.

Claudia De Conto

Pin It
Você gostaria de comentar?