Fatma abre inscrições para Prêmio Fritz Müller

Organizado pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), a 18ª edição do Prêmio Fritz Müller está com inscrições abertas até 31 de outubro. A premiação é voltada às empresas e instituições públicas que desenvolvem trabalhos e projetos de destaque na área ambiental em Santa Catarina. “O prêmio é voltado às corporações que fazem além do que determina a legislação ambiental. Em Santa Catarina, temos muitos exemplos e essa homenagem é uma forma de reconhecer as boas ações”, explica o presidente da Fundação, Alexandre Waltrick Rates.

As empresas interessadas em participar têm que inscrever um case (relatório), com até 20 páginas, em formato PDF, com uma breve descrição da empresa e o trabalho feito na área ambiental, mostrando os resultados. Fotos e documentos que comprovem as ações devem ser anexadas ao documento.  O material deve também conter a ficha de inscrição que está no site da Fatma. Tudo deve ser enviado para o [email protected].

Os cases serão avaliados por técnicos da Fatma e indicados para uma comissão julgadora. Os vencedores serão destaque em 13 categorias: Gestão Ambiental, Reciclagem, Conservação de Insumos de Produção (Água), Conservação de Insumos de Produção (Energia), Educação Ambiental,  Recuperação de Áreas Degradadas, Agricultura Sustentável, Tratamento de Efluentes, Controle da Poluição Atmosférica, Resíduos Sólidos, Gestão Socioambiental,  Produto Ecológico e Turismo Ecológico e Sustentável.

Em relação ao ano passado, o prêmio trouxe novidades. ”Duas categorias foram renovadas: Turismo Ecológico e Sustentável e Tratamento de Efluentes. Há muitas iniciativas de destaque ambiental nestas áreas e que ficaram de fora no último prêmio”, afirma Waltrick.

Os projetos vencedores do 18º Prêmio Fritz Müller serão detalhados no Anuário SC Sustentável 2016. O material será lançado no dia da entrega do prêmio prevista para 8 de dezembro na Fiesc.  Neste ano, o prêmio tem o apoio da Pasqualotto & GT Empreendimentos.

O nome do prêmio  

O ambientalista e padre alemão Johann Friedrich Theodor Müller dá nome ao prêmio. Fritz Müller viveu 45 anos em Blumenau e foi reconhecido mundialmente por seus estudos.

Claudia De Conto

Pin It
Você gostaria de comentar?