Evento inédito em SC reunirá 3,2 mil jovens para propor inovações na educação

conexaojovem_0

Cerca de 3,2 mil jovens participarão no dia 16 de setembro do workshop Conexão Jovem 2017 promovido pelo Movimento SC pela Educação. O objetivo é promover o diálogo entre os jovens catarinenses sobre o tema, com foco na escolaridade, vantagens de permanecer na escola e demais melhorias na educação. Serão 16 encontros simultâneos, realizados nas cidades-sede das vice-presidências da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), organizados pelos jovens embaixadores do Movimento com o apoio de voluntários.

Clique aqui e faça a sua inscrição.

“É uma iniciativa inédita que vai contemplar todas as regiões do Estado. O jovem, o principal interessado na educação, é pouco ouvido. A maturidade dos jovens nos surpreende, eles são muito conscientes da responsabilidade que têm pela melhoria da qualidade da sua educação. Por isso, estamos mobilizando estudantes de todo o Estado para que participem em suas regiões das discussões sobre o tema”, convida o presidente da FIESC, Glauco José Côrte.

O principal desafio é atrelar o ensino aos anseios dos estudantes que não enxergam sentido naquilo que estão aprendendo. Estudos mostram que os principais motivos por trás da evasão escolar são as repetências múltiplas, a falta de interesse e o trabalho. Muitos jovens acabam fazendo uma análise comparativa e preferem ir para o mercado de trabalho.

Em Santa Catarina, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD, de 2015), aponta que 64 mil crianças e adolescentes, com idades de 4 a 17 anos estão fora da escola. Já o Censo Escolar mostra que 32,3% dos catarinenses com 19 anos não concluíram o ensino médio.

O objetivo é compor ao final do evento um documento com proposições dos jovens para que a educação catarinense tenha um novo significado. Os apontamentos influenciarão iniciativas nas áreas pública e privada, além das discussões da nova Base Nacional Comum Curricular, que normatiza o conjunto de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas da educação básica.

Debora Claudio 

Pin It
Você gostaria de comentar?