Estudantes do SENAI vão auxiliar famílias de SC a migrar para TV digital

fw_1331

Estudantes do SENAI/SC percorrerão as comunidades catarinenses, orientando as famílias em relação à migração para o sistema de TV Digital Brasileiro. Convênio que viabiliza a atividade foi assinado nesta sexta-feira (27) durante reunião de diretoria e conselhos da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), envolvendo a própria Federação, o SENAI e a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e Associação Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (EAD).

O objetivo da cooperação é auxiliar as famílias a realizarem a migração do sinal de TV analógico, que será totalmente desligado no Brasil até 2023, para o digital. Em Santa Catarina o desligamento se iniciará pela região de Florianópolis (Biguaçu, Florianópolis, Palhoça, Paulo Lopes e São José), no dia 31 de janeiro de 2018. De maneira voluntária, os estudantes do SENAI vão participar do Projeto “Patrulha Digital”, a fim de promover orientação in loco diretamente na comunidade, auxiliando e esclarecendo a população sobre a mudança do sinal.

Representante da ABERT, André Dias, que também é diretor da TV Globo no Rio de Janeiro, disse que a estratégia foi desenvolvida e pensada porque o setor se deparou com uma situação em que a população recebia converesores de sinal, mas não sabia como proceder. Logo na primeira cidade do Brasil em que ocorreu a migração – Rio Verde (GO) – a solução encontrada foi a mobilização de estudantes do SENAI para a sensibilização das famílias sobre o que fazer com o equipamento. “Foi um sucesso tão grande que hoje no Brasil todo já temos 100 mil jovens capacitados para a atividade e que atuam como multiplicadores da tecnologia e têm uma oportunidade de entrada imediata no mercado de trabalho”, acrescentou André.

O presidente da FIESC, Glauco José Côrte, agradeceu pela confiança destacou que a iniciativa é uma grande oportunidade para o aperfeiçoamento técnico dos estudantes.

Para Maurício Cappra Pauletti, diretor técnico do SENAI/SC, o programa permite aos alunos fazerem mais uma atividade prática, compartilhando seus conhecimentos na comunidade. Ele observou que o trabalho começa na Grande Florianópolis e vai se estender para outras regiões, de acordo com o cronograma de migração da tecnologia de transmissão das emissoras de TV.

Pin It
Você gostaria de comentar?