Enchente: o que mudou desde 83?

Foto_04_Centro

Foto: Blog do Puchalski

A convite do núcleo a arquiteta Maristela Macedo Poleza apresentou, nesta manhã, a sua tese de mestrado, o bate-papo foi sobre arquitetura X enchente. Maristela é pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos pela UFSC, em planejamento urbanismo Cidades Turísticas, tem especialização em Planejamento Urbano, pela FURB e é mestre em Desenvolvimento Regional.

A tese compreende uma análise do crescimento de Rio do Sul ao longo das décadas, com foco na ocupação habitacional e as mudanças causadas pela enchente de maior proporção, até então registrada, em 1983, quando cerca de 25 mil habitantes foram atingidos.

IMG_6069

Segundo Maristela, nessa época, o perímetro urbano do município era muito extenso, áreas próximas ao rio foram ocupadas e ainda não havia plano diretor. Após a enchente muito mudou. Pessoas que moravam no centro procuraram por lugares mais altos, longe do risco de uma nova enchente.  E a desvalorização de imóveis permitiu que pessoas de menor poder aquisitivo comprassem casas na área central. “A enchente promoveu um movimento positivo, dinâmico de trocas, misturando usos e pessoas na cidade”, avalia.

A arquiteta destacou, ainda, que a mobilidade urbana conduziu a uma maior adaptação tipológica das edificações ao problema da enchente. A forma arquitetônica e materiais utilizados sujeitaram-se a níveis de inundações, visando minimizar danos.

“Aos arquitetos urbanistas cabe a tarefa de participarem da definição de políticas relativas a ocupação dos espaços, desenho urbano e da edificação, buscando um planejamento racional como forma de otimizar a convivência entre o homem e o meio”, afirma a arquiteta Maristela Macedo Poleza.

Destaca ainda que os rios e suas áreas naturais de alagamento precisam vir para as mesas de decisões de prefeitos e técnicos, como elementos de extrema importância do contexto urbano, sendo que as intervenções em seus leitos precisam de critérios macros técnicos.

Foto: Blog do Puchalski

Foto: Blog do Puchalski

Foto: Blog do Puchalski

Foto: Blog do Puchalski

Juliete Tambosi.

Pin It
Você gostaria de comentar?