Em reunião em Presidente Getúlio, IBGE apresenta metodologia do Censo Agropecuário

IMG_3230
Na manhã desta terça-feira(22), uma equipe do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apresentou as características do Censo Agropecuário 2017 a alguns gestores e representantes de entidades municipais de Presidente Getúlio.  A reunião aconteceu na Câmara de Vereadores. O início do recenseamento está previsto para o dia 1º de outubro.

No encontro, Laércio Lopes, coordenador do projeto da subárea do IBGE em Presidente Getúlio, fez uma apresentação sobre como vai acontecer a pesquisa a partir de outubro. O objetivo do censo é levantar informações referentes a agricultura que futuramente vão contribuir na formulação, aprimoramento e avaliação de políticas públicas e de indicadores ambientais, além de colaborar na elaboração de futuras pesquisas.

A coleta dos dados será feita por meio do preenchimento de um questionário eletrônico, mensurando o total de estabelecimentos agropecuários e o que produzem. Assim que o questionário for finalizado, o pesquisador não terá mais acesso ao formulário, garantindo o sigilo das informações.  “O agricultor pode ficar tranquilo porque toda a informação repassada será utilizada única e exclusivamente para fins estatísticos,”explica Lopes.

O Censo Agro terá cinco recenseadores responsáveis pela aplicação dos questionários em Presidente Getúlio e Dona Emma. O último levantamento foi feito há dez anos. “Precisamos de informações atualizadas. Por isso é importante que o agricultor receba bem o recenseador e também passe informações corretas”, orienta Valdécio Anacleto, Secretário da Agricultura.

Em Santa Catarina serão 711 recenseadores e 218 agentes censitários visitando mais de 195 mil estabelecimentos agropecuários.
Crislene Roberta.
Pin It
Você gostaria de comentar?