DIVE acompanha situação dos casos de Impetigo em Taió

Dive2

Para acompanhar a situação dos casos de Impetigo em Taió, representantes da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE), estiveram na tarde desta terça-feira, 26, reunidos com a Saúde e Educação do município.

A pauta da reunião se concentrou na preocupação com os casos de Impetigo em crianças que frequentam os Centros de Educação Infantil (CEIs). As atividades foram canceladas pelo período de dez dias para higienização e desinfecção. Alem disso, as escolas estaduais e municipais estão fazendo um trabalho preventivo de orientação e conscientização, com palestras para os estudantes, alem de informativos para as famílias.

Estiveram presentes o prefeito Hugo Lembeck, a secretária de Educação, Rozi Terezinha de Souza; as equipes das vigilâncias Epidemiológica e Sanitária municipal e regional, diretoras e professoras dos CEIs.

Impetigo                                                                           

A doença é causada por uma infecção cutânea contagiosa, causada pelas bactérias Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes, que atingem a camada superficial da pele. É mais comum no verão, quando abrange principalmente as crianças. A infecção pode ou não causar bolhas na pele. São transmitidas por contato com lesões ou pelas vias respiratórias. Possui período de incubação de 1 a 3 dias.

Pin It
Você gostaria de comentar?