Criciúma – Prefeito Itamar viabiliza novas máquinas para bananicultores

A vida das 150 famílias que atuam na Associação dos Bananicultores de Criciúma (Abacri) vai entrar em uma nova fase, com menos trabalho braçal e mais qualidade de vida. O secretário de Agricultura do Estado, João Rodrigues, recebeu das mãos do prefeito Itamar da Silva nesta terça-feira (19), um projeto que que solicita a aquisição de uma máquina para pulverizar adubo e confirmou a viabilização de duas delas.

Para o secretário João Rodrigues, para um bom resultado na produção de bananas é mais que fundamental a contribuição de máquinas pulverizadoras. “Nosso papel é cada vez mais valorizar o trabalho rural. Com estas duas máquinas, os trabalhadores terão tempo para produzir mais, além da qualidade de vida. Sabendo que o serviço de pulverização é pesado e prejudicial a saúde”, afirma Rodrigues.

De acordo com Itamar, o investimento é fundamental para o avanço na produção de banana na região de Criciúma. “Fui em busca de ajuda para os nossos produtores com a intenção de aprimorar o serviço de produção de bananas. O Governo do Município sabe da luta desta classe que busca há anos um apoio para progredir os serviços”, disse o prefeito.

Emocionado e com lágrimas nos olhos, o presidente da Abacri, Alcides Rosso relembra todo o esforço que passou, lutando dias e dias e perdendo noites de sono, para melhorar o serviço dele e das 150 famílias que têm na associação o sustento. “Eu não tenho palavras para explicar a importância desta aquisição. O serviço de uma máquina apenas supre a presença de 15 homens. Agora nós vamos produzir mais e com mais qualidade ainda”, comemora Rosso.

A bananicultora Estela Mari Ghedin Rosso, 32 trabalha todos os dias para poder colher o cacho de banana mais bonito e saboroso. Ela revela que de todo trabalho realizado por eles, o que é mais difícil e pesado é a pulverização. Ela sofre com desvio de coluna e agora não precisará mais trabalhar agachada. Estela comenta que a partir de agora a produtividade irá aumentar em torno de 30%, além de diminuir cerca de 80% do serviço braçal.

foto: Tiago Maciel.

Pin It

Comentários estão fechados.