Criciúma – Casa da solidariedade é fechada para dedetização

Para passar por um processo de dedetização e limpeza completa, a Casa da Solidariedade, administrada pela Associação Feminina de Assistência Social (Afasc), estará fechada por pelo menos duas semanas. O espaço estruturado para alojar as doações efetuadas pela comunidade, que são entregues aos carentes ficará fechado para atendimento ao público e deve retornar no início do mês de março, em novas instalações na sede da associação.

A desinsetização do ambiente foi necessária em função do local abrigar muitas roupas, sapatos, utensílios em geral e até móveis que são entregues na casa para doação, onde surgiram pragas urbanas como ratos, baratas, aranhas.

A presidente da Afasc, Maria Helena Kuhnen da Silva, destacou que a decisão foi tomada para que seja preservada a saúde das pessoas que trabalham no setor e também daqueles que são presenteados com as doações. “Além de se tratar de uma questão de higiene necessária para os nossos funcionários que passam o dia na casa, é uma questão de saúde pública. Muitas coisas juntas num lugar só acumulam sujeira e vamos organizar tudo em outro espaço”, pontuou.

Pin It

Comentários estão fechados.