Comunidade ibiramense é orientada para combater mosquito Aedes Aegypti

10

A Secretaria Municipal de Saúde de Ibirama, por meio dos profissionais das Estratégias da Saúde da Família – ESF, Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate à Endemias trabalham de forma intensa para orientar a comunidade sobre a prevenção contra o mosquito da dengue, chikungunya e zika no município.

Diversas palestras para estudantes, empresas ou grupos de idosos são ministradas pelos Agentes de Combate à Endemias. Os profissionais já estiveram com a terceira idade e OASIS no Bairro Operário, na Comunidade Evangélica, na E. E. B. Eliseu Guilherme, na empresa Pré-Fabricar e no Instituto Federal Catarinense – IFC.

“Durante os encontros, os participantes têm a oportunidade de conhecer o trabalho de prevenção realizado no município e também tiram dúvidas sobre como combater o mosquito”, explicam os Agentes Creusa Schroeder e Roberto da Silva.

Além das palestras, os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate à Endemias visitam as residências da cidade para orientar a população. Bannersinformativos foram colocados em pontos estratégicos em todos os bairros para chamar a atenção da comunidade.

Atualmente, Ibirama possui 94 armadilhas e 78 pontos estratégicos, que são monitorados periodicamente pelos agentes. O objetivo é descobrir focos do mosquito, destruir e evitar a formação de criadouros e impedir a reprodução dos mesmos. O último foco no município foi encontrado no mês de junho de 2013.

Os telefones da Secretaria Municipal de Saúde – 3357-8532 e 9727-5297, estão à disposição dos interessados em obter mais informações, agendar ações de orientações para grupos ou instituições e também para denunciar.

Sheyla Germano

Pin It
Você gostaria de comentar?