Bombeiro de Presidente Getúlio participa de capacitação na Argentina

Curso Argentina (5)

O Subcomandante Tafarel Barth dos Bombeiros Voluntários de Presidente Getúlio participou no sábado (12), de um curso que trouxe aprimoramentos a carreira e novas técnicas de combate a incêndios e de resgate em espaços confinados. O treinamento aconteceu na cidade de Puerto Iguazú, na Argentina, cidade que faz fronteira com o Brasil.

Para o treinamento, foram utilizadas duas carretas da Escola Nacional de Bombeiros da Argentina, que são o Centro Móvel de Formação Espaço confinado (CEMEC) e o Centro de Treinamento Móvel de Incêndios (CEMI). De acordo com Bombeiros Voluntários de Puerto Iguazú, as carretas são únicas na América Latina e usadas especialmente para treino intensivo. De acordo com Tafarel Barth, como o grupo de formação percorre toda a Argentina capacitando seus bombeiros, e estavam próximos da fronteira com o Brasil, foi feito o convite aos voluntários de Santa Catarina e até do Paraguai.

Segundo o Subcomandante Tafarel, o contêiner do CEMI, simula o interior de um ambiente com incêndio, como casas e prédios, a chamada técnica de combate 3D.  No contêiner há fogo, temperatura de aproximadamente 600 graus e fumaça real, além do som. O treinamento foi monitorado com câmeras. Na ocasião, os bombeiros simularam várias situações de combate a incêndio, enfatizando o combate rápido e eficaz para evitar a propagação das chamas.

Já na carreta do CEMEC, foi feita a simulação de uma estrutura predial que desabou, onde os alunos tiveram que ir à procura de uma vítima em tempo real, a fim de realizar o resgate. “Este treinamento também foi controlado por computadores. É uma série de túneis feitos de grades que formam um labirinto com obstáculos para passar, como rampas, pequenos buracos, emaranhados de cordas, escuridão, fumaça e até barulhos.

Testando também a calma e o psicológico de cada um, para passar por tudo e achar a vítima que era um bebê”, conta o Subcomandante.

Além das noções de resgates e prevenção e combate a incêndios os participantes poderão transmitir aos colegas, os conhecimentos adquiridos. “Este curso foi muito importante e necessário. Nós bombeiros temos a obrigação de nos capacitarmos em tudo que pode melhorar nossa atuação para ajudar a comunidade”, finaliza Tafarel.

Ananda M. Back

Pin It
Você gostaria de comentar?