Aldo usa a tribuna da ALESC para alertar sobre a comercialização da cebola no Estado

140813_Aldo_Schneider_PMDB_SS_

O Vice-presidente da ALESC deputado Estadual Aldo Schneider, usou a tribuna da casa nesta quarta-feira (13) para alertar o Estado e a União sobre  a comercialização e produção da cebola em Santa Catarina.

Durante a participação do deputado na Festa Nacional da Cebola em Ituporanga no último final de semana, foi realizado a Semana da Agricultura Familiar e a reunião da Câmara Setorial da cebola. Lá o parlamentar foi alertado por técnicos da EPAGRI e da Secretaria de Estado da Agricultura que a cebola vinda de outros países, não possui alíquota, diferente de outros produtos, como o alho por exemplo que é de 35%.

Durante muitos anos o principal concorrente dos produtores de cebola da região era o país vizinho a Argentina. Hoje, segundo dados apresentados no seminário, aumentou muito o volume de importação da cebola da União Europeia, da Holanda principalmente.     Lá a Cebola tem o maior rendimento por hectare em todo o Mundo, os custos são mais baixos para o cultivo, processamento e o transporte. A Holanda é líder mundial em exportação de cebola, cerca de 90% da sua safra é vendida para outros países.” Falou o Deputado na tribuna.

O que os agricultores pedem é ter uma alíquota para importação da cebola, que hoje é zero.

Eles também relataram no Seminário a expectativa da perda na produção. Números que foram apresentados podem chegar na casa dos 70% de perda, principalmente para os municípios que declararam situação de emergência devido ao excesso de chuva do ano passado no estado.

Ramiro Fernandes

Pin It
Você gostaria de comentar?