Procedimento comum que médicos fazem na maternidade causa dor no recém-nascido

bebe-prematuro-na-incubadoura

Após o nascimento, o bebê é submetido a alguns procedimentos, feitos para avaliar se está tudo bem com ele. Se o recém-nascido for prematuro ou nascer com algum problema de saúde, essas condutas provavelmente serão estendidas. E isso tudo pode ser muito doloroso. Quem diz é a Academia Americana de Pediatria (AAP), uma importante associação que está lançando novas recomendações para esses casos. Veja a seguir.

Procedimentos feitos logo após o nascimento

Atualmente, o Ministério da Saúde recomenda que, se tudo correr bem, o bebê vá diretamente para o colo da mãe após o nascimento. Depois disso ele pode ser pesado e avaliado pelos profissionais de saúde. Isso é feito com o intuito de tornar o momento o menos traumatizante possível.

Apesar disso, ainda é muito comum que, imediatamente após o nascimento, a criança seja submetida à pesagem.

Processo doloroso muito comum

Outra conduta ainda feita como rotina em muitas maternidades é a aspiração de vias aéreas superiores do bebê, um procedimento que causa dor no recém-nascido. Apesar de o Ministério da Saúde recomendar que ele só seja feito quando necessário, ou seja, quando as vias aéreas estejam obstruídas por secreções, o procedimento ainda é bastante rotineiro.

Quando se trata de um recém-nascido pré-termo ou que tenha nascido com alguma doença, essas condutas podem se estender a outros procedimentos desconfortáveis, como punção de veias, intubação, monitoração de frequência cardíaca, pressão arterial e oxigenação do sangue, entre outros.

Dor no recém-nascido e suas consequências

De acordo com o artigo escrito pela AAP, os procedimentos feitos com o recém-nascido, principalmente se ele for prematuro, são muito dolorosos.

Além do desconforto para o bebê, a estimulação dolorosa neonatal tem consequências a curto e longo prazo. Entre as sequelas, que podem persistir por toda a infância, estão as alterações do desenvolvimento cerebral e neurológico e mudanças da resposta ao estresse.

A dor sentida pelo recém-nascido causa alterações do desenvolvimento durante a infância

Esses problemas decorrem da estimulação aumentada de neurônios específicos que acentuarão a sensibilidade da criança a estímulos nocivos.

Não são apenas de aspirações e intubações que causam esse processo: a simples remoção de um esparadrapo poroso ou de uma fita adesiva aparentemente também desencadeiam esses efeitos.

Como diminuir a dor do bebê na maternidade

Apesar de todos esses efeitos, estudos mostram que apenas 21% dos bebês recebem analgesia (com ou sem remédios) antes de procedimentos dolorosos.

Métodos terapêuticos e remédios podem ser utilizados para aliviar a dor do recém-nascido

Por isso, a AAP está lançando um programa de prevenção de dor, que inclui estratégias para minimizar o número de procedimentos dolorosos, e outro de cuidado com a dor, que inclui medidas farmacológicas e não farmacológicas para aliviar o desconforto de procedimentos menores, mas indispensáveis.

Entram nessa lista medidas simples como colocar o bebê em posição fetal antes de puncionar uma veia, fazer massagens, posicioná-lo confortavelmente e com ajuda de coxins e apoios, realizar contato com a pele e até mesmo amamentá-lo. Analgésicos tópicos, orais e venosos também pode ser utilizados a critério médico.

Bolsa de Mulher.

Pin It
Você gostaria de comentar?