Empreendedorismo feminino foi tema de palestra do Mês da Inovação

IMG_7934

Apaixonada pela leitura e em busca de conhecimento é assim que a jovem blumenauense Maria Luísa Lange se descreve. A empreendedora foi a palestrante do Inovação para Mulheres deste ano, realizado na ACIRS.

O evento foi promovido pelos integrantes do Núcleo de Inovação, ação que faz parte das atividades desenvolvidas no Mês da Inovação.

Maria Luísa contou sobre os obstáculos que venceu para alcançar uma profissão na qual se identificasse e abordou assuntos como o empoderamento feminino. A empresária trabalha como co-organizadora da Tedx-Blumenau, evento anual que reúne pensadores para compartilharem ideias em várias áreas. Recentemente investiu em seu próprio negócio a Co.mov, empresa que trabalha com a facilitação de conteúdo.

“Desde muito nova a jovem entendeu que ser mulher não era uma barreira e com isso conseguiu pôr o empreendedorismo em seu dia a dia e ao mesmo tempo inserir outras atividades em sua vida como trabalhos voluntários”, fala o coordenador do Núcleo de Inovação da ACIRS, Gabriel de Borba Neto.

Além disso, a jovem falou sobre a consciência coletiva e as ações que as mulheres precisam realizar para fortalecer as igualdades de gênero. “Em minha vida não sofri com isso, mas com o passar dos anos vi muitas empresárias passarem por situações desconfortantes por causa de gêneros. Ser mulher é a superação de obstáculos. Posso estar no início da minha carreira, mas já aprendi que nunca é tarde para lutar pelo que desejamos”, conta Maria Luísa.

A empresária falou também sobre os objetivos que cada mulher pode alcançar. “É preciso que cada uma encontre a satisfação no que faz. Coragem não é ir sem medo, mas ir mesmo com medo”, destaca Maria Luísa.

“Maria Luísa é uma jovem que inspira, com uma grande bagagem de conhecimento, que está preocupada em transformar o mundo e o lugar onde vive”, conta a integrante do Núcleo da Mulher Empresária da ACIRS, Adriana Sborz.

“É muito importante termos uma fortaleza feminina dentro do empreendedorismo e vi isso aqui. Falar para essas pessoas foi muito gratificante”, conta a empresária Maria Luísa Lange.

Dauani Schmitz

Pin It
Você gostaria de comentar?